CAMPANHA DE RECOLHA DE BRINQUEDOS DA UMINHO

OFERECE e faz uma criança feliz!

A Campanha de Recolha de Brinquedos "OFERECE e faz uma criança feliz!" da Universidade do Minho (UMinho) bateu este ano o recorde de recolha de brinquedos para distribuir por instituições, ultrapassando as oito mil unidades, anunciou aquela instituição.

Em comunicado a UMinho refere que o anterior recorde era de 5.038 brinquedos e que cerca de 80 dos brinquedos recolhidos foram adaptados para crianças com necessidades especiais.

A campanha, que vai já na sua 12.ª edição, aponta a UMinho, "tem vindo a ser, gradualmente, alargada a instituições e empresas da região", pelo que contou, este ano, com múltiplos pontos de recolha por toda a região Norte do país.

"Neste ano de 2019, foram 17 as instituições parceiras que apoiaram a causa e reforçaram o seu sucesso", refere no texto a representante dos Serviços de Ação Social da UMinho (SASUM), Heliana Silva.

A iniciativa é levada a cabo pelos (SASUM), em cooperação com o Núcleo de Robótica do Departamento de Eletrónica Industrial da Universidade do Minho, com o SalusLive - Centro Terapêutico de Braga, e com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), sendo que são os próprios alunos da academia que fazem a adaptação dos brinquedos de forma voluntária.

"A adaptação dos 80 brinquedos só foi possível graças a um vincado espírito solidário de muitos alunos, de todos os anos do curso Eletrónica Industrial da Universidade do Minho", refere o texto.

A academia refere que, em 2019, a campanha "teve como objetivos fazer sorrir muitas crianças carenciadas da região, bem como crianças com necessidades especiais que, de outra forma, não teriam a alegria de receber um brinquedo nesta quadra tão especial".

Para além das instituições acima mencionadas, a campanha contou ainda com o apoio de várias instituições e empresas da região, nomeadamente da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, da Sociedade Martins Sarmento, da Escola Secundária Sá de Miranda, do Agrupamento de Escolas de Celeirós, da Escola Secundária de Caldas das Taipas, da Escola Secundária Francisco de Holanda, do Agrupamento de Escolas de Montelongo, do Agrupamento de Escolas Santos Simões, do Externato Santa Margarida, do Centro de Estudos das Taipas, da Clínica MIM e das empresa Accueil, Groupe Leader e Contimetra.

Este ano as instituições apoiadas foram: a Fraterna - Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social, Guimarães, a Associação Teatro e Construção de Famalicão, a SYnergia, a Cruz Vermelha Portuguesa de Braga e a Cáritas de Braga.

 

Data de introdução: 2019-12-15



















editorial

Novos passos na Cooperação

Com a assunção por parte do Estado das comparticipações familiares das crianças do 1º e 2º escalão, já cerca de 50.000 crianças tinham Creche gratuita. Entretanto, a Lei nº 2/2022, de 3 de janeiro, determina...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

Trabalho digno
O governo apresentou no Parlamento um diploma que define um conjunto de novas regras para regular o mercado de trabalho e intitulou esse conjunto como a Agenda para o Trabalho Digno.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (IV)
Continuando na senda das reflexões anteriores, conheçamos, agora, o que pensa o Papa Francisco, na sua Carta Encíclica Fratelli Tutti, sobre a importância da política...