ABRANTES

Semana Aberta no CRIA

Está a decorrer a semana aberta, organizada pelo Centro de Recuperação Infantil de Abrantes. Esta exposição de periodicidade anual, que se prolonga até 4 de Novembro, tem como principal objectivo dar a conhecer às empresas da região e à comunidade em geral, os trabalhos realizados pelos formandos da área da Formação Profissional ao longo da sua aprendizagem e as competências adquiridas para que possam integrar o mercado de trabalho. 

Ao longo de uma semana, entre as 8h30 e as 17h30, a Instituição abre as suas portas a todas as pessoas que queiram visitar a exposição e contactar com os formandos nos seus locais de trabalho. 

A Formação Profissional é frequentada actualmente por 42 jovens, em cursos tão diversos como têxteis, carpintaria / restauro de madeiras, serralharia, serviços gerais, pastelaria, jardinagem e agro-pecuária. Os cursos têm uma duração de três anos, acrescidos de um ano de estágio profissional. A Formação decorre no âmbito de um Programa co-financiado pelo Fundo Social Europeu e pelo Estado Português. O principal objectivo é formar e inserir no mercado de trabalho pessoas portadoras de deficiência. 

Estes cursos iniciam-se sempre no mês de Janeiro e destinam-se a jovens com idade igual ou superior a 15 anos, que sejam portadores de deficiência ou em situação de risco ou de grave carência económica e que tenham abandonado o sistema regular de ensino.
A exposição conta ainda com trabalhos efectuados na área Educacional. Esta valência, onde os alunos frequentam o ensino básico entre os 6 e os 18 anos de idade, tem por objectivo educar, reabilitar e integrar crianças e jovens com necessidades educativas especiais. 

A mostra incluirá também peças representativas da diversidade das tarefas estritamente ocupacionais que são desenvolvidas pelos 56 utentes do Centro de Actividades Ocupacionais, onde as idades dos utentes variam entre os 19 e os 58 anos. Nas actividades que desenvolvem destacam-se a pintura, bordados, reciclagem de papel, peças decorativas e trabalhos em madeira. 
O objectivo é estimular o desenvolvimento pessoal e social das pessoas com deficiência, promovendo a sua integração social.
Na Instituição existe ainda uma Empresa de Inserção, que procura inserir no mercado de trabalho pessoas em situação desfavorecida ou desempregados de longa duração. Esta empresa abrange as áreas de Jardinagem, Limpeza e Bordados. 

O desporto, actividade transversal a todas as valências desta instituição de ensino especial, também marcará presença neste evento.
As portas estão abertas e nas instalações do Centro de Recuperação Infantil de Abrantes, em Alferrarede, os jovens aguardam a visita de todos. Cada presença constitui um estímulo e o reconhecimento das capacidades de trabalho de cada um destes jovens.

 

Data de introdução: 2005-10-31



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...