IPSS INTERESSADAS DEVEM INSCREVER-SE ATÉ AO DIA 31 DE JANEIRO

EDP abriu candidaturas para doar viaturas usadas a instituições sociais

A EDP, através da EDP Produção, com o propósito de reforçar o apoio social nas regiões onde possui centros de produção de energia – incluindo territórios onde deixou de ter atividade –, através da doação de viaturas de serviço.
A iniciativa, cuja fase de candidaturas decorre até ao próximo dia 31 de janeiro através do site da EDP, dirige-se a todas as instituições sociais e sem fins lucrativos localizadas nesses municípios, como as IPSS, as Misericórdias, Mutualidades e cooperativas sociais, mas também corporações de bombeiros e associações desportivas, recreativas e ambientalistas, entre outras que cumpram os critérios de seleção.
Entre esses critérios de seleção estão a reconhecida intervenção social e cívica na comunidade, não terem objetivos lucrativos, terem a situação fiscal e na Segurança Social regularizadas e não terem recebido viaturas nos últimos três anos, entre outras regras disponíveis para consulta no regulamento.
“A doação de viaturas usadas às comunidades é, aliás, uma prática que a EDP promove há alguns anos, tendo como destinatários diferentes tipos de instituições sociais. Desde 2016, a EDP já doou 27 viaturas a essas entidades, num valor estimado de 290 mil euros”, revela a EDP em comunicado.
Cada instituição candidata só poderá receber uma viatura, devendo indicar a sua preferência entre as opções disponíveis. Os veículos a doar – de passageiros, comerciais e pick up – contam com oito anos de atividade ou 200 mil quilómetros. Antes da entrega, as viaturas são totalmente renovadas e passam a ter uma nova utilização que beneficia a população onde se insere a entidade selecionada.
A iniciativa é uma entre várias previstas no Plano de Investimento Social da EDP Produção no sentido de responder a necessidades identificadas junto das comunidades, como transporte de pessoas, distribuição de alimentos ou apoio na prevenção e combate de incêndios.
As candidaturas serão avaliadas entre fevereiro e março de 2023, estando prevista a divulgação dos resultados e entrega das viaturas no segundo trimestre do ano.

 

Data de introdução: 2023-01-05



















editorial

SUSTENTABILIDADE

Quando o XXIV Governo Constitucional dá os primeiros passos, o Sector Social Solidário, que coopera com o Estado, deve retomar alguns dossiers. Um deles e que, certamente, se destaca, é o das condições de sustentabilidade que constituem o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Agenda 2030 e as IPSS
Em Portugal é incomensurável a ação que as cerca de 5 mil Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) existentes, têm vindo a realizar.  As...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

A gratuitidade das creches entre o reforço do setor social e a privatização liberal
 A gratuitidade das creches do sistema de cooperação e das amas do Instituto de Segurança Social, assumida pela Lei Nº 2/2022, de 3 de janeiro, abriu um capítulo novo...