CHAVES

Tuna de Enfermagem no Lar Nossa Senhora da Misericórdia

Cavaquinho, pandeireta, acordeão, tambor, guitarra, concertina e bandolim foram alguns dos instrumentos que marcaram presença no Centro de Dia do Lar Nossa Senhora da Misericórdia, valência da Santa Casa da Misericórdia de Chaves. Uma tarde bastante animada...

Inserido no programa de final de estágio, os alunos da Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado, de Chaves, levaram a Tuna Académica “Timo Tuna”, ao Lar de Idosos onde desenvolveram o estágio, durante duas semanas e que inclui as seguintes valências: lar de terceira idade, lar de acamados, centro de dia e apoio domiciliário.

“Olhar a terceira idade de outra forma”

A finalizar o terceiro ano do curso Licenciatura em Enfermagem, Tiago Caldas, um dos dez alunos estagiários e elemento integrante da Tuna, exprimiu o seu contentamento e descreveu a sua passagem pela Instituição como “uma experiência de vida que permite olhar para a terceira idade de outra forma”, opinião corroborada por Pedro Araújo que depois da actuação da Timo Tuna com um reportório variado, entre algumas músicas populares portuguesas, juntando-se aos restantes elementos, agradeceu calorosamente a todos os utentes e funcionários da Instituição, “uma forma de agradecimento e amizade pela colaboração que tiveram para connosco”, rematou.
Maria Estrela Martins, encarregada do Lar, agradeceu igualmente a todos os elementos da Tuna e em especial ao grupo de enfermeiros que ali trabalhou “pelo carinho que demonstraram para com os idosos”, referiu.
Andreia, André Silva, Carlos Varandas, Ivo Capela, Mário Costa, Nuno Pereira, Patrícia Pessoa e Susana Santos são alunos do terceiro ano, da turma A e fizeram, igualmente, parte integrante do estágio, sob orientação da enfermeira Joana Costa.
A Timo Tuna foi fundada em 1999 e é constituída por 27 elementos.

 

Data de introdução: 2008-07-21



















editorial

NO CINQUENTENÁRIO DO 25 DE ABRIL

(...) Saudar Abril é reconhecer que há caminho a percorrer e seguir em frente: Um primeiro contributo será o da valorização da política e de quanto o serviço público dignifica o exercício da política e o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Liberdade e Democracia
Dentro de breves dias celebraremos os 50 anos do 25 de Abril. Muitas serão as opiniões sobre a importância desta efeméride. Uns considerarão que nenhum benefício...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Novo governo: boas e más notícias para a economia social
O Governo que acaba de tomar posse tem a sua investidura garantida pela promessa do PS de não apresentar nem viabilizar qualquer moção de rejeição do seu programa.