ASCTIAA PROMOVE FORMAÇÃO

Competências básicas nas tecnologias da informação

Porque as novas tecnologias são, cada vez mais, uma ferramenta muito importante na nossa vida, não têm faltado interessados em frequentar os cursos de informática que a ASCTIAA tem promovido no âmbito do Programa Operacional Sociedade da Informação (POSI). E são as mulheres quem mais se interessa pela formação e obtenção do Diploma.

Desde Abril de 2004 que a Associação Social e Cultural da Terceira Idade e do Autodidacta de Aveiro (ASCTIAA) está a realizar formação ao nível das competências básicas das tecnologias da informação. A formação destinada a jovens dos 8 aos 80 anos, já permitiu a emissão de 125 Diplomas, a maior parte com formação.
Dos formandos, a maioria são mulheres - 81 formandas. Os homens não atingiram ainda a meia centena. 

A maior parte dos formandos - homens e mulheres têm idades compreendidas entre os 26 e os 45 anos, sendo que as mulheres com, idades compreendidas entre os 46 e os 55 anos também aparecem em número considerável. 

Segundo a Coordenação da Formação da ASCTIAA, "esta formação tem tido muita adesão. Ainda há muitas pessoas que não sabem utilizar o computador e em especial a Internet e o correio electrónico, duas ferramentas cada vez mais necessárias no dia--a-dia de todos nós. Por isso, a questão da Internet e do Correio Electrónico é que leva, em especial, as pessoas a procurarem esta formação. A possibilidade de levarem para casa um Diploma também é muito importante. 

Todos gostamos de ver reconhecidas as nossas competências". Mas nem todos os inscritos procuram formação, "uma vez que algumas pessoas procuram apenas este serviço para realização do Exame para obtenção do Diploma. Contudo, a maioria tem procurado a formação".
No que toca à condição perante o trabalho, tanto homens como mulheres são na sua maioria activos. Quanto ao nível de habilitações, a maioria tem o segundo ciclo completo.
Os interessados em fazer a formação ou apenas obter o Diploma em Competências Básicas das Tecnologias da Informação, devem dirigir-se à sede da ASCTIAA, sedeada no Edifício da Junta de Freguesia de São Bernardo (Aveiro), na Rua Cónego Maio, 133 em São Bernardo, ou através dos telefones 234 341 709 ou 969380257.
Os cursos e o diploma são gratuitos e o projecto estará em funcionamento até finais de 2006.

CURSO DE ANIMAÇÃO

O Curso de Animação Sócio-Cultural terminou em festa com a entrega de Diplomas e um jantar convívio entre formandos, formadores, equipa técnica, representantes de algumas associações da Freguesia e a Junta de Freguesia de São Bernardo. Com uma lágrima ao canto do olho, os formandos despediram-se de 11 meses de formação. 

Foram 1400 horas, distribuídas por 200 dias… Tempo suficiente para que se criassem laços de amizade. Por isso, a despedida não foi fácil. Mas foi em clima de festa que formandos, formadores, equipa técnica e vários elementos das associações de São Bernardo e a Junta de Freguesia de São Bernardo que se entregaram diplomas e todos se despediram. 

O Curso de Animação Sócio-Cultural teve início em Junho de 2004 e terminou na segunda semana de Maio de 2005. Os doze formandos que terminaram receberam um Diploma que os certifica da frequência na formação e estão, segundo a coordenação dos cursos "muito bem preparados. Durante a acção de formação, os formandos realizaram trabalhos excelentes. 

Conseguiram fazer a animação cultural, social e desportiva da Freguesia. Foram na sua maioria empenhados e dedicados e todo o trabalho que desenvolveram com a excelente parceria com a Junta de Freguesia de São Bernardo, deu aos nossos formandos, sem dúvida, novas ferramentas de trabalho. Estamos certos de que o mercado de trabalho saberá reconhecer e compensar estes formandos". 

O Curso de Animação foi promovido pela Associação Social e Cultural da Terceira Idade e do Autodidacta de Aveiro, no âmbito do Programa Operacional Emprego Formação e Desenvolvimento Social (POEFDS). 

No que toca a formação a ASCTIAA tem já preparado o início de um novo curso. Desta vez, na área da construção Civil. Entretanto, a coordenação dos cursos aguarda "algumas respostas a candidaturas apresentadas. Estamos à espera das respostas. Não sabemos se, este ano, ainda teremos oportunidade de iniciar novas formações. Temos que esperar e ter esperança de que as respostas do Gestor do Programa sejam positivas. Estas acções são muito importantes para a comunidade".

 

Data de introdução: 2005-06-17



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...