MUITAS CRIANÇAS

Grupo de 64 refugiados chegou a Portugal

Sessenta e quatro refugiados maioritariamente oriundos da Síria e do Iraque chegaram  a Lisboa e deverão ser colocados “o mais breve possível” em instituições de norte a sul do país, adiantou o ministro-Adjunto, Eduardo Cabrita.

Em declarações aos jornalistas após a chegada do grupo de 64 pessoas, entre as quais mais de duas dezenas de crianças, Eduardo Cabrita explicou que estes refugiados já têm colocação atribuída em vários espaços de 15 cidades portuguesas.

“Chegou hoje de manhã o avião que desde a Grécia trouxe 64 refugiados e não 68 como previsto, porque houve uma família que, por razões de saúde, suspendeu a deslocação e que virá tão breve quanto possível”, disse.

O governante explicou que os refugiados chegaram hoje ao aeroporto de Figo Maduro, em Lisboa, num voo fretado pelo Gabinete Europeu de Apoio em matéria de asilo (ASEO), no dia em que acontece o Conselho União Europeia-Turquia.

 

Data de introdução: 2016-03-07



















editorial

FESTA DA SOLIDARIEDADE

No dia 24 de setembro próximo, em Viana do Castelo, haverá mais uma Festa da Solidariedade. Nos três dias anteriores a Chama da Solidariedade percorrerá os dez concelhos daquele distrito. Desde 2006, é a XV Festa da Solidariedade, uma iniciativa...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A degradação das instituições públicas
Nos últimos anos vimos assistindo a uma contínua e impressionante degradação dos serviços públicos. No sistema de justiça, para além da...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Transferência de competências: um teste à democracia
Tenho acompanhado o zeloso cuidado com que os dirigentes das organizações nacionais e distritais representativos das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)...