ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Associadas da CNIS votam favoravelmente adesão à CESP

Reunidas em Assembleia Geral Extraordinária, as IPSS associadas da CNIS votaram favoravelmente a adesão à Confederação da Economia Social Portuguesa (CESP).
A larga maioria das 134 instituições presentes em Fátima, neste dia 24 de março, apoiou a proposta da Direção, com 95 votos a favor, 28 contra e 11 abstenções.
Depois de suspensa e adiada a AG Extraordinária que, em novembro, abordou pela primeira vez a questão e realizada uma sessão de esclarecimento em janeiro, no Dia da CNIS, neste dia 24 de março houve tempo de novo debate antes da votação.
Diversos dirigentes das IPSS presentes expressaram a sua opinião abertamente, uns contra outros a favor, algo que acabou por se refletir na votação. No entanto, ficou bastante evidente o consenso em torno da ideia de a CNIS integrar a CESP, que a partir de 31 de março agregará as oito mais representativas organizações da Economia Social.
“Tenho medo do unanimismo, mas só crescemos com debate e este é o lugar onde nos devemos confrontar”, disse depois o padre Lino Maia, presidente da CNIS, em jeito de comentário aos resultados da votação.

 

Data de introdução: 2018-03-25



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...