FÁTIMA

Jorge Sampaio abriu o II Congresso Nacional da CNIS

No seu discurso de abertura o Presidente da República identificou quatro características fundamentais da CNIS, provenientes das duas linhas orientadoras de acção social: a solidariedade e a co-responsabilidade solidária para com as pessoas.
A primeira característica consiste na relação personalizada dentro das instituições e na sua articulação com outras entidades. Em segundo lugar, Jorge Sampaio referiu a forma como estabelecem a justiça e os direitos sociais, tendo depois mencionado a responsabilidade pessoal e colectiva face aos problemas sociais. Como última característica, o Presidente da República destacou o desenvolvimento social no contexto do desenvolvimento integral.

Para Jorge Sampaio, o tema escolhido “Mais Pessoa, Mais Comunidade” é um forte apelo para que as IPSS sejam cada vez mais elas próprias e respondam cada vez melhor aos seus imperativos. Referiu-se ao congresso como um momento forte de perspectivação do futuro nestas matérias, cujos temas em debate irão permitir um aprofundamento e consistência do trabalho a realizar. Sublinhou a necessidade de cooperação institucional entre as instituições e o Estado.

O Presidente da República destacou ainda o papel fundamental da CNIS no desenvolvimento social do país e afirmou que esse papel poderia ser substancialmente mais alargado se a actividade da CNIS fosse articulada com as Uniões das Misericórdias e Mutualidades e com outras organizações do domínio social. Esta seria a forma ideal de congregar esforços para procurar soluções e optimizar os recursos disponíveis, disse.

 

Data de introdução: 2006-02-12



















editorial

SUSTENTABILIDADE

Quando o XXIV Governo Constitucional dá os primeiros passos, o Sector Social Solidário, que coopera com o Estado, deve retomar alguns dossiers. Um deles e que, certamente, se destaca, é o das condições de sustentabilidade que constituem o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Agenda 2030 e as IPSS
Em Portugal é incomensurável a ação que as cerca de 5 mil Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) existentes, têm vindo a realizar.  As...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

A gratuitidade das creches entre o reforço do setor social e a privatização liberal
 A gratuitidade das creches do sistema de cooperação e das amas do Instituto de Segurança Social, assumida pela Lei Nº 2/2022, de 3 de janeiro, abriu um capítulo novo...