CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL DOS POUSOS

25 Anos de História

O Centro Social Paroquial dos Pousos é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, registada sob o n.º 22/81 em 18 de Maio de 1981 no livro das Associações de Solidariedade Social. Faz agora 25 anos.

É uma associação de Fiéis, constituída na ordem jurídica canónica com objectivo de promover a solidariedade e a justiça, enformada pelos princípios da doutrina moral católicas (n.º2 do art.º 1º dos Estatutos).

No mês de Maio de 1981 reuniram pela primeira vez, na sede da Sociedade Artística Musical dos Pousos, os primeiros associados do Centro Social Paroquial dos Pousos, onde foram eleitos os primeiros Corpos Sociais da Instituição.

O Jardim de Infância foi construído no ano de 1982 e inaugurado a 1 de Novembro de 1983. A abertura do Jardim de Infância foi no dia 7 de Novembro de 1983, dia em que a Instituição recebeu as primeiras crianças.

Em 1995, a Instituição cria a valência: “ATL” (actividades dos tempos livres). E assim, às crianças a frequentar o 1º ciclo do ensino básico, a Instituição passou a dar apoio nos tempos livres daquelas.


Em 1999, cria a valência “Serviços de Apoio ao Domicílio.” Esta valência destina-se a dar apoio aos idosos nos seus cuidados primários, como higiene e alimentação.

O próximo grande objectivo do Centro Social Paroquial dos Pousos é a construção do Lar e Centro de Dia, uma vez que a freguesia dos Pousos não dispõe de qualquer equipamento de apoio aos seus idosos. Temos um projecto e acreditamos que o mesmo mereça aprovação em candidatura ao recente PROGRAMA PARES (Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais).

11.04.2006

 

Data de introdução: 2006-04-11



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...