ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DAS LAMEIRAS

20 anos ao serviço da Comunidade

Sobre o lema “Solidariedade, Criatividade e Inovação”, a AML está a celebrar os seus 20 anos ao serviço da Comunidade, com um vasto programa de eventos que tiveram início no passado dia 11 de Abril – dia de Páscoa, com a celebração de uma Eucaristia de acção de graças pelo trabalho realizado e por todos os Associados vivos e falecidos. Na mesma ocasião foi assinalado o Aniversário do Edifício das Lameiras, onde esta Associação nasceu e cresceu. Tratou-se de recordar os primeiros passos dados nesta caminhada de 20 anos.

Dia 22 de Maio, nas instalações do Centro Social e Comunitário, teve lugar um jantar comemorativo. Neste dia, o Senhor Ministro da Segurança Social e do Trabalho, Dr. Bagão Felix, visitou as novas instalações sociais, inaugurando o espaço “Memórias” e presidindo ao jantar Comemorativo.
A 25 de Maio, dia oficial da fundação da AML, o Senhor Presidente da Câmara, Arq. Armindo Costa, presidiu a alguns eventos no Edifício das Lameiras, tendo descerrado uma placa alusiva ao acontecimento na Sede da AML, isto enquanto as crianças do Centro Social e Comunitário entoavam algumas canções infantis. 
A 28 de Maio, no Auditório da Biblioteca Municipal, o Presidente da Câmara presidiu a um Colóquio com o título: “Lameiras 20 anos depois – A qualidade de vida nos grandes Aglomerados Habitacionais”, projecção multimédia e intervenções de Jorge Faria, Presidente da Direcção da AML; Doutora Fátima Lobo, investigadora da Universidade do Minho que prepara uma monografia sobre o Edifício das Lameiras; José Maria Costa, Presidente da Assembleia Geral e sócio mais antigo da AML; Arq. Noé Dinis, autor do projecto do Edifício das Lameiras;  Eng.º José Teles, Director do IGAPHE no norte, e que acompanhou desde início toda a actividade da AML e, por fim, Dr. Jorge Paulo Oliveira, Vice-Presidente da Câmara e Vereador do Pelouro da Habitação e Urbanismo.
 A 29 de Maio teve lugar uma tarde recreativa e desportiva, com jogos tradicionais, gincana de bicicletas, futebol de Salão, Andebol e outros eventos desportivos. No dia 1 de Junho celebrou-se o “Dia Mundial da Criança”, com diversas iniciativas alusivas à data. O encerramento oficial das comemorações terá lugar a 26 de Junho, com um arraial popular e a festa do fecho do ano lectivo.

PROMOVER A CULTURA, DESPORTO E SOLIDARIEDADE SOCIAL

Tentando fazer um resumo do vasto historial da AML, recorda-se que no segundo semestre de 1983, já depois de todas as casas do Edifício das Lameiras estarem habitadas, um Organismo Representativo dos Moradores, designado pelas iniciais de ORM, eleito por todos, teve por missão preparar os caminhos do que mais tarde viria a ser a futura Associação de Moradores das Lameiras, fundada oficialmente em 25 de Maio de 1984.
Ao longo destes vinte anos de existência a AML tem orientado a sua acção para a promoção da Cultura, Desporto e Solidariedade Social, a partir da infância, juventude, família e terceira idade.
Também tem tido uma voz activa na defesa dos interesses dos moradores das Lameiras e freguesia de Antas, à qual pertence.
Ao longo dos anos criou infra-estruturas sociais para a promoção da cultura, desporto e Solidariedade Social.
Em Maio de 1985 inaugurou um Centro Social e Comunitário com as valências de Creche, Jardim, ATL e Centro de Animação Juvenil, para que os pais pudessem dispor de espaços de acolhimento para os seus filhos. Actualmente (já em novas instalações), acolhe mais de 270 crianças e jovens.
O Centro de Dia, Lar e Apoio Domiciliário para a terceira idade, presta apoio a mais de 86 utentes. Possui ainda uma Biblioteca de Pequena Comunidade, Centro Inforjovem, Actividades de Ocupação dos Tempos Livres dos jovens e um Grupo Desportivo, com diversas modalidades.
Tem ainda em funcionamento um Centro de Acolhimento para Mulheres em “Situação de Emergência” (vítimas de violência doméstica), aberto a todo o Concelho de Vila Nova de Famalicão.
Uma UNIVA, para apoio a jovens desempregados e desempregados de longa duração, e um Gabinete de Atendimento Social e Psicossocial completam um vasto conjunto de valências e departamentos de apoio aos moradores e utentes do Centro Social e Comunitário.


ACÇÃO FUNDAMENTAL NA CRIAÇÃO DE NOVAS ESTRUTURAS E BEM ESTAR DA POPULAÇÃO

Em 1986, a AML recuperou, por sua iniciativa, os pré-fabricados dos antigos estaleiros da empresa que construiu o Edifício das Lameiras, para nesse local instalar diversas actividades culturais, recreativas e desportivas, com a finalidade de um bom aproveitamento dos tempos livres dos jovens.
Conseguiu, junto do Governo, a reabilitação do Edifício das Lameiras, entre 1989 e 1990. As suas acções levaram a que se construísse uma nova escola primária para as crianças das Lameiras e zona nascente da cidade (inaugurada em 07.05.93), e um novo pavilhão municipal construído junto à Escola das Lameiras (inaugurado em 13.03.99).
A reformulação, em 2002, do logradouro das Lameiras, foi outra das acções desenvolvida junto do IGAPHE. Finalmente a construção do novo Centro Social e Comunitário, a funcionar desde Março de 2003.

Informação mais detalhada sobre a actividade da AML disponibilizada
no endereço http://www.amlameiras.pt/

Jorge Manuel Ribeiro Faria
Presidente da Direcção da AML

Solidariedade, Junho de 2004

 

Data de introdução: 2004-10-21



















editorial

Novos passos na Cooperação

Com a assunção por parte do Estado das comparticipações familiares das crianças do 1º e 2º escalão, já cerca de 50.000 crianças tinham Creche gratuita. Entretanto, a Lei nº 2/2022, de 3 de janeiro, determina...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

Trabalho digno
O governo apresentou no Parlamento um diploma que define um conjunto de novas regras para regular o mercado de trabalho e intitulou esse conjunto como a Agenda para o Trabalho Digno.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (IV)
Continuando na senda das reflexões anteriores, conheçamos, agora, o que pensa o Papa Francisco, na sua Carta Encíclica Fratelli Tutti, sobre a importância da política...