RELIGIÃO

Diocese do Porto vai intensificar apoio social nos bairros carenciados

A Diocese do Porto vai "alargar quanto possível o apoio da Obra Diocesana de Promoção Social às muitas necessidades dos bairros onde tem os seus centros", anunciou hoje o bispo do Porto, D. Manuel Clemente. Em nota pastoral distribuída, o bispo afirma que a Diocese "vai manter a atenção e a resposta de todos os organismos caritativos de si dependentes à problemática social actual".

Ajudará ainda, através da Caritas Diocesana, as famílias que tenham mais dificuldades quanto a material escolar para os seus filhos, no novo ano lectivo.

Para estas tarefas, a Diocese conta com a Caritas Diocesana e a Obra Diocesana de Promoção Social, além das várias congregações e institutos que desenvolvem acções de solidariedade, centros sociais paroquiais, as Conferências de S. Vicente de Paulo, as Irmandades - Misericórdias e outras.

A nota salienta que, embora seja "dever próprio dos serviços públicos dar resposta às necessidades da população", os cidadãos católicos não estão dispensados de "estar presentes e, quanto possível, prestantes, para a construção duma sociedade mais justa e fraterna".

09.07.2008

 

Data de introdução: 2008-07-09



















editorial

NO CINQUENTENÁRIO DO 25 DE ABRIL

(...) Saudar Abril é reconhecer que há caminho a percorrer e seguir em frente: Um primeiro contributo será o da valorização da política e de quanto o serviço público dignifica o exercício da política e o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Liberdade e Democracia
Dentro de breves dias celebraremos os 50 anos do 25 de Abril. Muitas serão as opiniões sobre a importância desta efeméride. Uns considerarão que nenhum benefício...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Novo governo: boas e más notícias para a economia social
O Governo que acaba de tomar posse tem a sua investidura garantida pela promessa do PS de não apresentar nem viabilizar qualquer moção de rejeição do seu programa.