ÉVORA

Aumentam as denúncias de casos de abusos sexuais

Mais de 50 crianças vítimas de abusos sexuais da zona de Évora foram acompanhadas nos últimos anos por uma equipa especializada nesta área, que registou um aumento de denúncias, sobretudo após a mediatização do fenómeno.

Alice Cabral, uma das responsáveis da equipa, explicou que as denúncias de abusos sexuais em crianças têm vindo a aumentar ao longo dos últimos anos no distrito de Évora, com maior incidência após a mediatização do caso de pedofilia na Casa Pia de Lisboa. "Cada vez que se fala dos abusos sexuais nos jornais chegam mais algumas denúncias", realçou Alice Cabral, membro de uma equipa multidisciplinar que se dedica em Évora ao acompanhamento de crianças vitimas de maus tratos.

O grupo de trabalho está inserido na associação de amigos da criança e da família "Chão dos Meninos" e conta com o apoio dos serviços da Segurança Social. Alegando ser um "fenómeno desconhecido" e "marcado pelo segredo", a mesma especialista disse "não existirem grandes estudos" sobre a quantificação concreta dos casos de abusos sexuais. "Nós devemos ter acompanhado em Évora mais de 50 crianças, mais raparigas, mas também muitos rapazes, vítimas de abusos sexuais", declarou Alice Cabral.

 

Data de introdução: 2004-11-17



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...