CONGRESSO CNIS, PORTO, 6 E 7 DE JUNHO

Congresso com cartaz confirmado

Estão confirmados os temas, os nomes dos oradores e moderadores do Congresso “Solidariedade: Novos Caminhos, Valores de Sempre”, organizado pela CNIS, marcado para os dias 06 e 07 de Junho, no Auditório da Biblioteca Almeida Garrett, no Palácio de Cristal, Porto.

No primeiro dia do Congresso, logo após a cerimónia de abertura, no painel “Empreendedorismo e Inovação” Isabel Mota, Manuel Pizarro e Tomás Correia serão os palestrantes moderados por Carlos Azevedo. Pelas 14.30 horas, o segundo painel, “Valores da Solidariedade”, terá como oradores Manuela Mendonça e Acácio Catarino, moderados pelo jornalista Júlio Magalhães. Às 16.30 horas, Azeredo Lopes coordena o debate em torno das intervenções de Carvalho da Silva, Elisa Ferreira e Custódio Oliveira. No Sábado haverá um único painel, “Estado Social/Sociedade Solidária”, com participações de Vieira da Silva, Adriano Moreira e Marco António Costa numa moderação assumida por Palmira Macedo.

Lino Maia, presidente da CNIS, evidencia a “qualidade dos participantes que garantem a elevação dos debates quer pelo seu prestígio quer pelo conhecimento e até pelo envolvimento nas questões e causas sociais.” O líder da CNIS contou ao SOLIDARIEDADE que não teve quaisquer recusas ou escusas nos convites que endereçou e foram muito poucos os casos em que por impossibilidade inultrapassável não puderam responder afirmativamente.

O Congresso “Solidariedade: Novos Caminhos, Valores de Sempre” começa pelas 9.30 horas seguindo-se a sessão solene de abertura. O primeiro painel “Empreendedorismo e Inovação” tem início previsto para as 11.00 horas. Na sexta-feira à tarde terão lugar mais dois painéis e nessa noite haverá um jantar de solidariedade. Os trabalhos recomeçam no sábado pelas 10 horas para deixar tempo à apresentação das conclusões e cerimónia de encerramento.

O Congresso “Solidariedade: Novos Caminhos, Valores de Sempre” é o segundo evento temático integrado na Festa da Solidariedade. O primeiro, “Rumo Solidário para Portugal” teve lugar em Santarém há três anos.

Depois de sete edições, em Lisboa, em Setembro de 2007, Barcelos, Viseu, Castelo Branco, Santarém, Faro, Guarda, a Festa chega agora ao Porto, sede nacional da CNIS. Durante a primeira semana de Junho a Chama da Solidariedade, uma outra iniciativa já com raízes nestas organizações anuais, vai ligar a Guarda ao Porto, transportada de todas as formas e feitios, atravessando distritos para desaguar na cidade Invicta no dia 6 de Junho.

 

Data de introdução: 2014-05-11



















editorial

FESTA DA SOLIDARIEDADE

No dia 24 de setembro próximo, em Viana do Castelo, haverá mais uma Festa da Solidariedade. Nos três dias anteriores a Chama da Solidariedade percorrerá os dez concelhos daquele distrito. Desde 2006, é a XV Festa da Solidariedade, uma iniciativa...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A degradação das instituições públicas
Nos últimos anos vimos assistindo a uma contínua e impressionante degradação dos serviços públicos. No sistema de justiça, para além da...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Transferência de competências: um teste à democracia
Tenho acompanhado o zeloso cuidado com que os dirigentes das organizações nacionais e distritais representativos das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)...