APCC – ASSOCIAÇÃO DE PARALISIA CEREBRAL DE COIMBRA

Superatleta Sandra Semedo revalidou quatro títulos nacionais de tricicleta

A superatleta da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC) Sandra Semedo revalidou os seus quatro títulos de campeã nacional de tricicleta, triunfando em todas as distâncias da categoria RR2 e elevando assim para 23 o total de medalhas de ouro já conquistadas por si nesta competição.
Se dúvidas havia, esta é a confirmação de toda a sua valia enquanto atleta e do seu estatuto de grande nome da modalidade em Portugal e a nível mundial.
O feito foi conseguido durante a segunda volta do Campeonato Nacional de Tricicleta, que se disputou em Lisboa.
Sandra Semedo pensa e prepara-se já para os Jogos Mundiais CPISRA e o Campeonato da Europa IPC, que se realizam em agosto.
Nestas duas competições, a superatleta da APCC irá defender um currículo internacional a todos os títulos invejável, em que se incluem cinco medalhas (três de ouro e duas de prata) alcançadas em Campeonatos e Taças do Mundo de Tricicleta.
O SOLIDARIEDADE conversou com Sandra Semedo após as últimas conquistas internacionais, entrevista que pode ler AQUI.
Por outro lado, os atletas sub-14 e sub-21 de boccia da APCC também estiveram em destaque, conquistando um título nacional e dois segundos lugares.
Diogo Peixeiro sagrou-se campeão nacional de sub-21 na categoria BC1 e Maria Inês Rodrigues e Ana Laura Ferreira são as novas vice-campeãs sub-14 em BC1/BC2 e BC3, respetivamente, no Campeonato Nacional de Boccia Sub-14 e Sub-21.
Num campeonato que visa oferecer uma oportunidade competitiva e de afirmação aos mais novos, foi ainda realizado um concurso de técnica (skills), em que o Diogo Peixeiro obteve um diploma de primeiro lugar e o Gabriel Carvalho e Ana Laura diplomas da terceira posição.
O Campeonato Nacional de Boccia 2017/2018 de Sub-14 e Sub-23 teve lugar no Pavilhão Municipal de São João de Ver, no concelho de Santa Maria da Feira, tendo participado 25 atletas em representação de oito instituições e clubes.

 

Data de introdução: 2018-06-26



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...