CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ECONOMIA SOCIAL

Órgãos sociais para o período 2018-2021 já tomaram posse

Já foram eleitos os órgãos sociais da Confederação Portuguesa de Economia Social (CPES), tendo a escolha para presidir à Direção recaído em Manuel dos Santos Gomes, da Confagri.
A CNIS assume uma das quatro vice-presidências e é representada na Direção da CPES pelo seu presidente-adjunto, João Dias.
Os restantes três vice-presidentes são Manuel de Lemos, da União das Misericórdias Portuguesas, Rogério Cação, da Confecoop, e Marco Domingues, da Animar.
Já a Mesa da Assembleia Geral é presidida por Maria do Céu Ramos, do Centro Português de Fundações, e tem Jorge de Sá, da Associação Portuguesa de Mutualidades, como vice-presidente e José Almeida, da União das Mutualidades Portuguesas, como secretário.
Por outro lado, o Conselho Fiscal tem na presidência Maria Clementina Henriques, da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD), e como vogais João Filipe Cardoso, da União das Mutualidades Portuguesas, e João Adelino Pereira, da Associação Portuguesa de Mutualidades.
Os órgãos sociais agora eleitos e que já tomaram posse, no passado dia 8 de outubro, estará em funções no período de 2018 a 2021.

 

Data de introdução: 2018-10-12



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...