COVID-19

UDIPSS-Guarda quer celeridade na vacinação nos lares de idosos

A União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social (UDIPSS) da Guarda pediu celeridade na vacinação dos idosos acolhidos em unidades da região, face ao aparecimento dos últimos surtos de infeção por covid-19.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da UDIPSS da Guarda, Rui Reis, pediu "celeridade na vacinação em face daquilo que é a realidade do interior do país e com base nos últimos surtos registados no distrito", destacando os casos mais recentes ocorridos em lares de idosos dos concelhos de Mêda, Pinhel e Fornos de Algodres.

"Seria importante que fosse dado mais ênfase ao interior, pelo grande número de idosos que existem nas Instituições Particulares de Solidariedade Social. Quer a Segurança Social, quer a Saúde fizeram o levantamento e estão a pedir dados [sobre o número de utentes e de funcionários de cada instituição de apoio a idosos do distrito da Guarda], mas era importante que as vacinas viessem para o terreno", disse o dirigente.

Rui Reis referiu que a UDIPSS da Guarda está preocupada com os surtos registados nos últimos dias em lares de idosos da região.

Por isso, considerou "importante que se vacinasse o maior número de idosos que estão institucionalizados".

"Até ao momento não foram vacinados idosos nem funcionários das instituições do distrito, embora estejam a ser tomadas medidas para que isso aconteça, mas pede-se rapidez no processo", vincou.

O responsável teme que a vacinação contra a covid-19 chegue tarde à região e que, "atendendo às questões da interioridade, os grandes centros sejam contemplados mais rapidamente do que as zonas do interior [do país], onde há um grande número de idosos e inúmeros casos de infetados nas instituições de cariz social".

 MUNICÍPIO DISTRIBUI 1.500 TESTE RÁPIDOS ÀS IPSS

O município da Guarda iniciou hoje a distribuição de 1.500 testes rápidos para diagnóstico do novo coronavírus pelas instituições sociais do concelho, para "proteção dos mais vulneráveis".

"A Câmara Municipal da Guarda inicia hoje a entrega de 1.500 testes SARS-CoV-2 a 44 Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), centros de dia, lares e organismos do concelho da Guarda que prestam serviços e cuidados individualizados e personalizados", refere a autarquia em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a nota, com esta medida, o município presidido por Carlos Chaves Monteiro, "complementa a cobertura das IPSS que não são abrangidas pelo Governo, que testa apenas os trabalhadores das instituições que acolhem acima de 50 utentes".

O município salienta que, nos próximos três meses, pretende "potenciar o rastreio das equipas que trabalham com os utentes, procurando, desta forma, mitigar a propagação do vírus nessas instituições, para proteção da respetiva comunidade residente".

A ação é desenvolvida no âmbito das medidas de prevenção e proteção da epidemia causada pela covid-19 que o município da Guarda tem vindo a implementar "para proteção dos mais frágeis, nomeadamente da população mais idosa, doentes e cidadãos portadores de deficiência", é acrescentado.

"Consciente das dificuldades acarretadas pelos planos de contingência quer a nível individual, quer a nível coletivo, a Câmara da Guarda quer continuar a estar na linha da frente na proteção dos mais vulneráveis", lê-se no comunicado. 

 

Data de introdução: 2021-01-07



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...