CRIA - ABRANTES

Jovens formandos em festa

Cerca de meia centena de jovens e uma dezena de técnicos festejaram o final do primeiro semestre de formação profissional, no último dia de Julho, com um convívio no Hotel Abrantur, no Pego. A piscina e o espaço envolvente fez as delícias destes jovens que comemoravam o facto de terem ultrapassado o primeiro semestre deste ano e a partida para um mês de férias. A animação, os mergulhos e a boa disposição marcaram este dia diferente para os jovens, só possível graças à disponibilidade dos proprietários desta unidade hoteleira do concelho, que cedeu gratuitamente a utilização da piscina para que a festa destes jovens fosse possível.

A integração social é, paralelamente à aquisição dos conhecimentos profissionais, um dos objectivos traçados para os jovens com idades superiores a 15 anos, que sejam portadores de deficiência ou que se encontrem em grave situação de risco social, que integram os cursos de formação profissional ministrados no Centro de Recuperação Infantil de Abrantes.

Actualmente com 47 formandos, estes cursos desenvolvem-se em áreas tão diversas como Serralharia, Conservação e Restauro de Madeiras, Jardinagem, Agro-Pecuária, Pastelaria, Serviços Gerais e Têxteis.
Paralelamente à formação profissional, há a preocupação constante, por parte dos responsáveis técnicos, de proporcionar a estes jovens situações facilitadoras da sua inserção social. O convívio entre os diferentes grupos de aprendizagem, em contexto exterior à Instituição, é sempre uma oportunidade para atingir os objectivos de socialização.

 

Data de introdução: 2006-08-20



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...