JOVENS ANIMAM SERVIÇO DE PEDIATRIA DO HOSPITAL DE LEIRIA

“Colorir sorrisos” de crianças doentes

As crianças internadas no Serviço de Pediatria do Hospital de Santo André vão passar a ter visitas “especiais” uma vez por semana. A Federação das Associações Juvenis do Distrito de Leiria (FAJDL) vai promover acções de animação junto dos mais novos, com idades até aos 16 anos, a que deu o nome “Colorir sorrisos”. 

Raquel Rodrigues, coodenadora das equipas de animação da FAJDL, explica que o objectivo “é fazer com que as crianças internadas passem o tempo da melhor maneira possível”, tentando “abstraí-las da doença de que padecem e colorir sorrisos de cores bem alegres”. 

Trata-se de um projecto sem fins lucrativos, que conta, numa primeira fase, com o apoio de algumas empresas do concelho, desde jardins de infância e creches privadas, duas editoras, livrarias e o Instituto da Juventude de Leiria. 

Segundo Raquel Rodrigues, a ajuda por parte outras entidades “é imperiosa”, no sentido do projecto não terminar passados uns meses por falta de verbas. “Está a ser difícil encontrar apoio e empresas que se disponibilizem para participar neste projecto”, diz a responsável, apelando à colaboração de todos. “Não existem valores pré-estabelecidos, as empresas ou instituições ou particulares oferecem apenas o que podem, porque todas as pequenas ajudas são importantes para aquisição de material de animação e artes plásticas”. 

Os apoios podem ser cedidos através da FAJDL, a funcionar no edifício do Instituto Português da Juventude.

Fonte: Jornal de Leiria

 

Data de introdução: 2004-10-21



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...