ONU pede um dólar americano por barril de petróleo para solidariedade mundial

O Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) Ban Ki-moon apelou à comunicade internacional para contribuir para o esforço da solidariedade mundial, depositando um dólar americano por barril de petróleo no Fundo Mundial de Solidariedade (FMS), noticiou a Agência Tunisina de Notícias (TAP).

O SG da ONU lançou este apelo em Nova Iorque (Estados Unidos) quando recebia o vice-embaixador permanente da Tunísia junto da ONU que lhe transmitiu a iniciativa deste apelo emanante do Presidente tunisino Zine El Abidine Ben Ali, de acordo com a TAP.

O funcionário sul-coreano ao serviço da ONU declarou ter acolhido "com grande satisfação e admiração (esta proposta) porque intervém numa conjuntura mundial delicada marcada pela agravação da crise alimentar no mundo", indicou a fonte.

"É uma iniciativa de importância capital que apoio totalmente e farei o possível enquanto Secretário Geral (da ONU) para a ajudar a concretizar-se e dinamizar-se", declarou Ban Ki-moon citado pela TAP.

Durante um jantar oferecido em finais de Abril passado na honra do Presidente francês, Nicolas Sarkozy, em Túnis, o chefe do Estado tunisino instou "todos os países ricos em petróleo a contribuirem para o esforço mundial de solidariedade, com vista a proteger a humanidade dos riscos do aumento dos preços dos combustíveis e dos produtos básicos.

Ben Ali propôs durante este encontro com o seu par francês que estes países petrolíferos tirassem um dólar americano por barril a fim de o atribuir ao Fundo Mundial de Solidariedade", criado em 2002 por uma resolução da Assembleia Geral da ONU.

 

Data de introdução: 2008-05-19



















editorial

NO CINQUENTENÁRIO DO 25 DE ABRIL

(...) Saudar Abril é reconhecer que há caminho a percorrer e seguir em frente: Um primeiro contributo será o da valorização da política e de quanto o serviço público dignifica o exercício da política e o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Liberdade e Democracia
Dentro de breves dias celebraremos os 50 anos do 25 de Abril. Muitas serão as opiniões sobre a importância desta efeméride. Uns considerarão que nenhum benefício...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Novo governo: boas e más notícias para a economia social
O Governo que acaba de tomar posse tem a sua investidura garantida pela promessa do PS de não apresentar nem viabilizar qualquer moção de rejeição do seu programa.