MADEIRA

Solidariedade reuniu três centenas

Cerca de três centenas de pessoas, pertencentes a diversas instituições de solidariedade social da Região, participaram num almoço de Natal, realizado no Estádio dos Barreiros.
Este almoço representou o culminar da campanha denominada “Juntos por uma causa” que envolveu o Club Sport Marítimo e o Madeira Andebol SAD e que teve como objectivo ajudar algumas instituições de solidariedade regionais.

Embora no almoço tivessem participado apenas três centenas , entre jovens e idosos, a campanha “Juntos por uma causa” irá beneficiar cerca de meio milhar de utentes das instituições, sendo que o produto da recolha feita será agora enviado, de forma criteriosa, tendo em conta o grau e o tipo de carência.

Atletas e técnicos marcaram presença

Da parte do Marítimo, estiveram presentes os atletas do plantel
principal e da equipa B, assim como as respectivas equipas técnicas. No tocante ao Madeira SAD, marcou presença a equipa
de andebol sénior.

Duas dezenas de empresas associaram-se à campanha

Para que a acção se tornasse possível, cerca de duas dezenas de empresas privadas aderiram à iniciativa lançada pelos dois clubes, contibuindo financeiramente ou com os seus produtos.
A recolha rendeu cerca de dez mil euros em artigos que serão agora distribuídos antes do Natal.
Carlos Pereira, presidente do Marítimo, mostrou-se satisfeito com o resultado desta acção, afirmando que, por ser a primeira, “enquadrou-se dentro daquilo que todos perspectivaram”, embora tivesse referido que futuras iniciativas do género, “terão uma resposta ainda mais positiva”,quer da parte das empresas quer dos particulares.

Fonte: Jornal da Madeira

 

Data de introdução: 2008-12-28



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...