PROJECTO PARTICIPAR(ES)

Reuniões na AEP, Barredo, Alpendorada e Celorico de Basto

A AEP acolheu nas suas instalações, no dia 29 de Julho, uma acção de formação direccionada aos beneficiários do RSI, organizado pelo Projecto Participar(es), no âmbito do Programa Nacional do Ano Europeu de Combate à Pobreza e Exclusão Social, e onde as temáticas como: competências base do empreendedor, características essenciais de um plano de negócios, e mecanismos e vias de financiamento, estiveram em grande destaque.
Esta acção de formação contou com uma plateia de 26 beneficiários do RSI, 4 técnicos das equipas das IPSS, da ANDC e da CNIS.

A partir do documento “Da(s) Ideia(s) ao Projecto Caminho Para a Materialização”, apresentado pelo formador, Dr. Rui Castro, os beneficiários do RSI, ficaram capacitados e dotados de mais competências que lhes permitirá desenvolver estudos e análises sobre a elaboração de um plano de negócios, com o objectivo da criação do auto-emprego.
Ficou agendado, para os dias 2, 6, 8 e 13 de Setembro, um curso de 25 horas, subordinado ao tema "Gestão e Marketing -Princípios Básicos".

No dia 15 de Julho, na Biblioteca do Centro Social do Barredo, realizou-se a primeira reunião do Projecto Participar(es) com os 13 beneficiários do RSI. À semelhança das anteriores realizadas, esta reunião teve como propósito desafiar os presentes a exporem as suas ideias e projectos de futuro, no que diz respeito à criação do seu próprio negócio.

Foram, igualmente, informados da possibilidade de participarem num curso de formação, promovido pela AEP, onde, entre outros, serão explorado aspectos financeiros de marketing e de um plano de negócios.
Já no dia 7 de Julho, nas instalações do Centro Social Paroquial de Alpendorada, decorreu 1ª reunião dirigida aos beneficiários do RSI, integrada no âmbito do Projecto Participar(es).
Esta reunião contou com a presença de Palmira Macedo (CNIS), Américo Mendes (UCP) e Marta Mucha (ANDC), representantes da equipa técnica da Instituição e ainda 19 beneficiários do RSI. Ao nível da criação de uma empresa, foi referido por um dos oradores, ser necessário ter em atenção, os seguintes factores: Capacidade de observação das necessidades do público-alvo a que se destinam os produtos que se pretende comercializar; aproveitamento dos recursos valorizáveis que cada beneficiário possa já ter, como seja, o local, maquinaria, experiência, etc.; investimento pessoal, com o aumento das competências, a nível escolar.

No dia 5 de Julho, nas instalações da Associação de Solidariedade da Celorico de Basto, no âmbito do Projecto Participar(es) teve lugar o 1º encontro de trabalho, com os 5 beneficiários do RSI.
Estes encontros com os beneficiários do RSI têm como propósito ouvir, conhecer melhor, e saber quais as expectativas no campo profissional, nomeadamente, se têm alguma ideia/projecto de auto-emprego.
O medo do futuro, a motivação e as incertezas de sucesso nos tempos difíceis que atravessamos, é uma das causas levantadas pelos presentes, rumo ao auto-emprego.

 

Data de introdução: 2010-08-05



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...