IGREJA CATÓLICA

Manuel Clemente nomeado Patriarca de Lisboa

O actual bispo do Porto Manuel Clemente, de 64 anos, foi nomeado patriarca de Lisboa, sucedendo no cargo a José Policarpo, resignatário desde 2011, quando completou 75 anos. "O Papa nomeou hoje como patriarca de Lisboa Manuel Clemente, de 64 anos, até agora bispo do Porto, sucedendo no cargo a D. José Policarpo, que renunciou ao cargo", noticia a Ecclesia na sua página de notícias na Internet, citando uma nota informativa enviada pela Nunciatura Apostólica (embaixada da Santa Sé) em Portugal.
A agência acrescenta que "a tomada de posse do novo patriarca está marcada para o dia 7 de julho", data a partir da qual "a Santa Sé deve providenciar uma solução provisória" para o cargo de Bispo do Porto e, "a seu tempo, determinar o sucessor" de Manuel Clemente. Também no sítio online da Diocese do Porto é já anunciado "D. Manuel Clemente Patriarca eleito de Lisboa".
A resignação "por limite de idade" do cardeal e patriarca emérito, apresentada em 2011, já tinha sido aceite por Bento XVI e foi agora "confirmada pelo Papa Francisco", refere a nota da Nunciatura Apostólica (embaixada da Santa Sé) em Portugal enviada à Agência Ecclesia.
D. Manuel Clemente, bispo do Porto desde 2007 e antigo auxiliar do Patriarcado de Lisboa, foi eleito vice-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa em 2011, após ter presidido à Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais. O 17.º patriarca de Lisboa foi o vencedor do Prémio Pessoa 2009 e sucede ao cardeal patriarca José Policarpo.
Após concluir o curso secundário, Manuel Clemente frequentou a Faculdade de Letras de Lisboa pela qual se formou em História. Ordenado sacerdote a 29 de Junho de 1979, ano em que se licenciou em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa, Manuel Clemente doutorou-se em Teologia Histórica em 1992 e foi reitor do Seminário Maior dos Olivais.
O novo Patriarca de Lisboa foi nomeado pelo papa João Paulo II para bispo auxiliar de Lisboa a 11 de Novembro de 2011, tendo tomado posse do cargo em Março de 2000. Em 2007, o papa Bento XVI nomeou-o bispo do Porto, sendo, actualmente, vice-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), presidida por José Policarpo, e membro do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais.
O Presidente da República, Cavaco Silva, atribuiu-lhe a Grã-Cruz da Ordem de Cristo, tendo também sido distinguido em 2009 com o Prémio Pessoa. Manuel Clemente foi ainda presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicação Social.
José Policarpo, actual patriarca de Lisboa, que se mantém por enquanto à frente da CEP, é natural de Alvorninha, Caldas da Rainha, e completou 77 anos no dia 26 de Fevereiro. A ordenação sacerdotal data de 1961, tendo sido nomeado bispo auxiliar de Lisboa em Maio de 1978.
Em 1997, ao ser nomeado arcebispo coadjutor do patriarca de Lisboa, adquiriu o direito de sucessão, o que viria a acontecer um ano depois, após o falecimento do cardeal-patriarca António Ribeiro. José Policarpo passou a ser o 16.º Patriarca de Lisboa e cardeal a partir do consistório de Fevereiro de 2001, cinco dias antes de completar 65 anos.

 

Data de introdução: 2013-05-18



















editorial

NO CINQUENTENÁRIO DO 25 DE ABRIL

(...) Saudar Abril é reconhecer que há caminho a percorrer e seguir em frente: Um primeiro contributo será o da valorização da política e de quanto o serviço público dignifica o exercício da política e o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Liberdade e Democracia
Dentro de breves dias celebraremos os 50 anos do 25 de Abril. Muitas serão as opiniões sobre a importância desta efeméride. Uns considerarão que nenhum benefício...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Novo governo: boas e más notícias para a economia social
O Governo que acaba de tomar posse tem a sua investidura garantida pela promessa do PS de não apresentar nem viabilizar qualquer moção de rejeição do seu programa.