ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DAS LAMEIRAS

Plano de Acção e Actividades para 2005

“Crescer com os outros – Amar a natureza”, são duas facetas da vida de cada cidadão, que se cruza com ele todos os dias. Uma parte da população não tem consciência de que a sua vida diária depende de um conjunto de factores, onde entram muitos intervenientes, quer no seu processo de formação e desenvolvimento, quer no trabalho, nos tempos livres, na escola, na política, na religião e na forma como cada um/a trata a natureza. Desde a separação dos lixos domésticos para reciclagem, até à preservação dos cursos de água e defesa do meio ambiente, há ainda um longo caminho a percorrer.


Em 2005 a Associação de Moradores das Lameiras propõe-se desenvolver um Plano de Acção e Actividades centrado nos valores da pessoa humana, que não vive sozinha neste mundo, mas que nasce, cresce e desenvolve-se com os outros e com a natureza. Assim, o objectivo geral das acções e actividades a realizar vai procurar centrar-se na relação das pessoas umas com as outras e destas com a natureza. 

Com os outros as crianças descobrem que não estão sozinhas neste mundo. Que todas são diferentes e que todas são iguais. Aprenderão a descobrir as diferenças na forma como cada uma vive e se apresenta perante os outros, apesar de todos serem pessoas humanas. Como tal, não lhes passará despercebidas as questões relacionadas com a falta de emprego, as dificuldades alimentares em muitas famílias, a fome e a miséria imerecida enfrentada por muitos povos e nações do mundo.

Ler o documento na íntegra (formato Word)

 

Data de introdução: 2004-12-21



















editorial

As amas em Creche Familiar

Publica-se neste número do “Solidariedade” o texto do acordo com a FSUGT, na parte que contempla também os novos valores de remunerações acordado para vigorar a partir de 1 de janeiro de 2024.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

A propósito do contributo da CNIS para as próximas eleições
É já tradição que as organizações de diferentes âmbitos, aproveitem os atos eleitorais para fazerem valer as suas reivindicações mais...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Cuidar da democracia
Neste ano vamos a eleições pelo menos duas vezes (três para os açorianos), somos chamados a renovar o nosso laço político com a comunidade, escolhendo...