SOLIDARIEDADE

LBV dá cabazes da Páscoa a famílias carenciadas

A Legião da Boa Vontade (LBV) inicia a 17 de Março a distribuição de 500 cabazes de produtos alimentícios a famílias carenciadas do Porto e de Lisboa. A iniciativa visa "minorar as dificuldades" e proporcionar "mais alegria" na época da Páscoa às famílias com menores rendimentos. A instituição, que mensalmente apoia cerca de 100 famílias, vai entregar os cabazes nos dias 17, 18, 21 e 22 de Março, no Porto, e a 23 e 24 de Março, na cidade de Lisboa.

A LBV iniciou a sua actividade em Portugal com o apoio a famílias carenciadas, alargando depois essa ajuda a crianças, idosos e sem-abrigo. Um dos vários projectos da LBV intitula-se Ronda da Caridade e é destinado aos sem-abrigo, atendendo mais de uma centena de pessoas por noite na cidade do Porto, a maioria das quais homens entre os 31 e os 35 anos.

O programa realiza-se nas noites de sexta-feira para sábado e de sábado para domingo, dado a maior parte das instituições que prestam apoio aos sem-abrigo não funcionar no fim-de-semana, disse fonte da LBV. A Ronda da Caridade distribui sopa, leite, fruta, pão, iogurtes, sumos, bolachas e bolos, vestuário, calçado e cobertores, géneros e roupa doados à instituição.

Criada no Brasil em 1950, por Paiva Neto, a Legião da Boa Vontade é uma associação de solidariedade ecuménica, que está em Portugal desde 1989 e foi reconhecida pela ONU em 1994. Além do Brasil e Portugal, a LBV está representada na Argentina, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Estados Unidos.

 

Data de introdução: 2005-03-11



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...