ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DAS LAMEIRAS COMEMOROU 21 ANOS

Novos serviços apresentados em dia de festa

A AML – Associação de Moradores das Lameiras, comemorou no passado dia 25 de Maio o seu XXI Aniversário. Neste dia decorreram diversas actividades desportivas e infanto-juvenis, no recinto das Lameiras. Ao fim da tarde, na presença do Presidente da Câmara de Famalicão, Arq. Armindo Costa, dos Presidentes dos Clubes Rotários e Lions de Vila Nova de Famalicão Eng.º Jorge Gonçalves e Dr. Joaquim Vieira, respectivamente, do Pároco de Antas, Pe. António Oliveira, dos presidentes da Mesa da Assembleia Geral, José Maria Costa, da Direcção, Jorge Faria e do Conselho Fiscal, Américo Rodrigues e restantes Órgãos Sociais da Associação de Moradores das Lameiras, utentes do Centro Social e Comunitário e população das Lameiras foi inaugurada e benzida uma nova viatura destinada ao “Serviço de Apoio Domiciliário a Idosos”, na cidade de Famalicão. 

Esta nova viatura foi custeada em cerca de 50% pelos Rotários e Lions de Famalicão e o restante por verbas próprias da AML e ajuda de um empresário amigo. Depois, foram cantados os parabéns à AML pelas crianças e adultos presentes, seguindo-se a distribuição do bolo de aniversário e bebidas a todos os presentes.

À noite, pelas 21 horas, no Auditório da Fundação Cupertino de Miranda realizou-se o IX SARAU CULTURAL da AML, este ano dedicado às crianças. Contou com exibição de RAGGA JAM de Cátia Oliveira (Porto).
Seguiu-se a apresentação de um “Mini-Chuva de Estrelas”, onde intervieram um dueto constituído por Diogo Silva de 9 anos e Alexandre Gomes de 10 anos. Posteriormente actuaram: Hugo Soares de 8 anos; Soraia Silva de 9 anos; Paulo Mendes de 8 anos e Liliana Miranda de 8 anos.

Veio depois a actuação de outro dueto constituído por Mónica Guincho de 8 anos e Tibério Cardoso de 9 anos e, finalmente, um terceiro dueto constituído por Ana Filipa e Clara Rafaela as duas de 8 anos. Este último dueto acabou por arrecadar o primeiro prémio do Júri, enquanto os restantes foram todos classificados exaequo com o segundo prémio. O Júri foi constituído por: Dr. Jorge Paulo Oliveira (Câmara), Dr. Sá da Costa (Casa da Cultura), Cátia Oliveira (Porto), Duarte Coutinho (Famalicão) e Prof. Henrique Zamith (Casa da Música de Famalicão). Enquanto o Júri analisou o conjunto de actuações, Sérgio Adriano, conhecido pelo nome artístico de “COSTINHA” e que teve toda a coordenação do “Mini-Chuva de Estrelas” fez a sua actuação em conjunto com as crianças da sala da Música do ATL, apresentando diversas canções populares que o público aplaudiu.

Depois entrou em palco o Grupo de teatro “TIN’BRA”, Teatro Infantil de Braga, com a peça "A Etiqueta", que teve o mérito de concentrar todas as atenções dos presentes no palco. No final, o Dr. Handel Oliveira, delegado do INATEL, ofereceu a medalha do Instituto ao grupo. A apresentação do IX Sarau Cultural esteve a cargo de Denise Camposinhos, coordenadora do grupo TELA da Associação de Moradores das Lameiras.

No início do Sarau Cultural, o Presidente da Direcção, Jorge Faria, fez uma curta intervenção para referir que: “Fazer anos é sempre sinal de crescimento, mesmo quando se atinge os 21 anos. Crescimento, para esta Associação não significa apenas crescer em estatura, mas crescer em valores e serviço aos outros, principalmente daqueles que mais precisam. São estes os grandes objectivos pelos quais temos norteado toda a vida desta Instituição”. 

Depois, fez referência ao Plano de Acção e Actividades para este ano que, segundo afirmou: “consagrou este princípio ao definir como grande objectivo “Crescer com os outros – amar a natureza”, porque o relacionamento com os outros, na diferença, nos estados de vida, nas realidades laborais e habitacionais, provam que a cidadania e preservação do meio ambiente estão intimamente ligadas. Se queremos melhorar a nossa qualidade de vida teremos que ter em atenção estes princípios”, referiu. Recordou que “foi neste dia há 21 anos que 18 Moradores assinaram a escritura pública de constituição desta Associação. Também foi neste dia, que há 20 anos o nosso Centro Social e Comunitário foi inaugurado, no rés-do-chão do Edifício das Lameiras, hoje felizmente já em novas instalações desde 2003. Daí, ao celebrar este acontecimento, com o retomar dos Saraus Culturais, interrompida o ano passado devido a uma série de eventos que ocorreram na altura das celebrações dos 20 anos”. 

Clara Rafaela e Ana FilipaDepois, disse que o IX Sarau Cultural daquela noite seria diferente, porque as crianças iriam ser as protagonistas. “Elas fazem parte do nosso coração. Com as crianças tudo é tolerado, tudo é desculpado e mesmo quando se enganam ninguém leva a mal”, rematou. Recordou ainda a iniciativa ocorrida durante a tarde no recinto das Lameiras, com a inauguração de mais uma viatura que irá estar ao serviço do apoio domiciliário a idosos. A partir de agora, segundo referiu, “a capacidade da AML em servir este sector da população irá aumentar em quantidade e qualidade”. Terminou recordando “todos aqueles que ao longo destes vinte e um anos, sobretudo dirigentes que nos antecederam, funcionários, entidades e todos os que têm colaborado com esta Associação” para agradecer todo o empenhamento e colaboração prestada. s (Lousado)orista Amélia (SHOPPING TOWN).

 

Data de introdução: 2005-06-18



















editorial

O COMPROMISSO DE COOPERAÇÃO: SAÚDE

De acordo com o previsto no Compromisso de Cooperação para o Setor Social e Solidário, o Ministério da Saúde “garante que os profissionais de saúde dos agrupamentos de centros de saúde asseguram a...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Imigração e desenvolvimento
As migrações não são um fenómeno novo na história global, assim como na do nosso país, desde os seus primórdios. Nem sequer se trata de uma realidade...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Portugal está sem Estratégia para a Integração da Comunidade Cigana
No mês de junho Portugal foi visitado por uma delegação da Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância do Conselho da Europa, que se debruçou, sobre a...