PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS PARA AS IPSS

Ministra promete medida semelhante ao que foi feito no setor dos transportes

A terceira geração do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES 3.0) representa o "maior investimento de sempre" no setor, no valor de 228 milhões de euros, disse a ministra da tutela.

"É o maior investimento de sempre que há em equipamentos e em respostas sociais" em Portugal, num total de "228 milhões de euros para a requalificação ou criação de novas respostas sociais para o envelhecimento e para pessoas com deficiência", disse a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho à Lusa em Almodôvar (Beja), após a assinatura do primeiro contrato no âmbito do PARES 3.0.

Ana Mendes Godinho adiantou que o programa aprovou um total de 649 candidaturas em todo o país, o que "significa, na prática, 22 mil pessoas abrangidas".

Questionada pela Lusa sobre as dificuldades sentidas pelas instituições sociais devido ao aumento dos custos com combustíveis, a ministra disse que está a ser preparada uma medida "à semelhança do que foi feito com o setor dos transportes", com "discriminação positiva para os territórios de baixa densidade".

"Espero amanhã [quarta-feira], em sede da Comissão Permanente do Setor Social e Solidário, ter a medida fechada", frisou.

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social esteve hoje no Alentejo, onde apresentou investimentos sociais, avaliados em 3,1 milhões de euros, na região.

Segundo um comunicado do Ministério, em Évora a governante participou na sessão de assinatura de termos de aceitação do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) na área da mobilidade verde social, no valor aproximado de 1,1 milhões de euros.

O programa vai financiar a aquisição de 46 viaturas elétricas para instituições sociais com apoio domiciliário e cooperação com a Segurança Social.

Ana Mendes Godinho inaugurou também um novo lar-residencial para pessoas com deficiência moderada ou profunda de ambos os sexos em Ourique (Beja), avaliado em quase 197 mil euros, e presidiu à cerimónia de assinatura de um contrato PARES 3.0 entre a Segurança Social e a Misericórdia de Almodôvar.

Trata-se de um investimento global de dois milhões de euros para obras de reabilitação do antigo centro de saúde desta localidade alentejana, onde será instalado um lar de Terceira Idade.

 

Data de introdução: 2022-05-04



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...