LISTA INSTITUCIONAL APROVADA POR UNANIMIDADE

Lino Maia candidato a novo mandato na CNIS

Lino Maia vai ser o cabeça de uma lista institucional que se apresenta às próximas eleições da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade.

A proposta apresentada em sede de Direção e no Conselho Geral mereceu o apoio unânime.

O padre Lino Maia tinha manifestado em diversas ocasiões a intenção de não se candidatar a mais nenhum mandato. No entanto, confrontado com o conjunto de solicitações que surgiram de todos os quadrantes da sociedade em que a CNIS tem intervenção acabou por aceitar referindo não ser a sua vontade, mas “se tanta gente considera que ainda há utilidade na minha disponibilidade para a causa social eu tenho que estar disponível.”
O padre Lino Maia é presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade desde 2006. Já é o líder que mais tempo leva à frente da CNIS. O pároco de Aldoar, Porto, tem tido um papel relevante no relacionamento do sector social com o poder político, seja ele qual for, sobretudo pela capacidade de enaltecer e dignificar junto do Estado a importância do Sector Social Solidário. Tem conseguido grandes conquistas, liderando, de forma quase impercetível, esse grupo da Economia Social nas negociações com os diferentes governos. Foi o caso recente da revisão do Pacto de Cooperação para a Solidariedade, trave-mestra da solidariedade organizada em Portugal.

As eleições para os órgãos sociais da Confederação vão realizar-se na primeira quinzena de janeiro de 2023, muito provavelmente no dia 15, dia da CNIS. Durante o período de um mês, depois da realização da Assembleia Geral, haverá um período eleitoral, altura em que serão apresentadas oficialmente as listas candidatas e os programas de candidatura.

 

Data de introdução: 2022-10-05



















editorial

IMPORTÂNCIA ECONÓMICA E SOCIAL DAS IPSS

Para uma quantificação atualizada da importância social e económica das Instituições Particulares de Solidariedade Social em Portugal a CNIS assegurou o cofinanciamento do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE),...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A sustentabilidade da Segurança Social
Quando se tenta perspetivar o que pode acontecer no futuro aos sistemas de segurança social há variáveis que são mais fáceis de prever, mas também existem outras...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Só quando for um desígnio nacional será erradicada a pobreza
Nas últimas semanas, a pobreza em Portugal voltou a ser tema de abertura em todos os medias. Esta atenção especial deveu-se a informações preocupantes emanadas de fontes...