EMPRESA DOA 30 MIL EUROS A VÁRIAS IPSS

Transdev, um exemplo de responsabilidade social

À semelhança do ano passado, a empresa de transporte colectivo de passageiros, Transdev, ofereceu a três instituições particulares de solidariedade social do centro e norte do país 30 mil euros. A quantia será repartida pelas Irmãzinhas dos Pobres, no Porto, pelo Colégio de S. Caetano, em Braga e pela Confraria de Santo António, em Viseu. Desta forma, a empresa cobre a área de intervenção onde desenvolve a sua actividade.

Dominique Gauthier, director ibérico do Grupo Transdev, explica que esta acção enquadra-se na “responsabilidade social da empresa”. “Sou da opinião que as empresas devem tentar ajudar a sociedade na resolução dos problemas. Nesta época natalícia é tradição dar presentes, assim, em vez de darmos presentes aos clientes ou aos colaboradores, optamos por oferecer a quem realmente precisa”, afirma o director. Dominique Gauthier acredita que a “postura de cidadania” das empresas é “muito importante”. “Este tipo de acção entra no conceito de desenvolvimento sustentável, que para além de abranger áreas como o ambiente ou a certificação de qualidade, inclui também a responsabilidade social”, afirma o director da Transdev. O empresário acrescenta ainda que este tipo de acções “deve ser uma forma de estar normal das empresas na sociedade onde se inserem”.

Atendendo a que este donativo já vai em dois anos consecutivos, quisemos saber se será uma prática a repetir nos próximos anos. Apesar de não querer levantar muito o véu das intenções da empresa, o director da Transdev disse que “a ideia de ajudar as instituições parece muito interessante”. “Não sei se para o ano será feito da mesma forma, com uma doação em dinheiro, podemos querer optar por outras formas de participação, como, por exemplo, oferecer um autocarro”, afirma Dominique Gauthier.
A Transdev, de origem francesa, é um dos líderes europeus no transporte colectivo de passageiros em autocarros e metro, com presenças em França, Inglaterra, Itália, Alemanha, Espanha e Portugal (desde 1996), contando também com importantes actividades na Austrália. A empresa é já um dos principais actores do transporte público no nosso país, com subsidiárias para os sectores ferroviário e rodoviário que cobrem essencialmente o norte e centro do país, com destaque para o metro do Porto.

 

Data de introdução: 2006-12-07



















editorial

IMPORTÂNCIA ECONÓMICA E SOCIAL DAS IPSS

Para uma quantificação atualizada da importância social e económica das Instituições Particulares de Solidariedade Social em Portugal a CNIS assegurou o cofinanciamento do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE),...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A sustentabilidade da Segurança Social
Quando se tenta perspetivar o que pode acontecer no futuro aos sistemas de segurança social há variáveis que são mais fáceis de prever, mas também existem outras...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Só quando for um desígnio nacional será erradicada a pobreza
Nas últimas semanas, a pobreza em Portugal voltou a ser tema de abertura em todos os medias. Esta atenção especial deveu-se a informações preocupantes emanadas de fontes...