CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL DE ALFEIZERÃO

Investimento de um milhão de euros transforma o sonho em realidade

Concretizou-se no passado dia 31 de Outubro, com a sua inauguração oficial, uma já longa aspiração do Centro Social Paroquial de Alfeizerão, a de ampliar e renovar as suas instalações, respondendo assim a uma procura crescente da população, a qual poderá agora ser mais e melhor servida.

Criado em 1970, para responder às questões de ordem social sentidas por uma população de cariz eminentemente rural, como era, à época e em termos gerais a população do concelho de Alcobaça e mais particularmente, a da freguesia de Alfeizerão, desde a primeira hora que esta Instituição Particular de Solidariedade Social estabeleceu fortes laços com a comunidade em que se implantou, ultrapassando a mera vertente das actividades estritamente educativas e alargando, ao longo da sua história, o espectro das respectivas valências a domínios tão importantes e necessários quanto a saúde infantil, a assistência à família ou o apoio domiciliário, que funcionou durante toda a década de 90.

Nestes 40 anos de vida e tal como qualquer outra IPSS, dependendo o seu financiamento em larga medida dos Acordos de Cooperação celebrados com o respectivo Centro Distrital de Segurança Social, no caso o de Leiria e, mais marginalmente pelas comparticipações pagas pelos respectivos utentes, várias vezes os tempos foram de apuro sem que porém, alguma vez houvesse dissipado a vontade de fazer mais e melhor. As novas instalações, são assim o resultado de uma vontade invencível alicerçada na capacidade de acreditar que, como dizia o poeta, “Quando Deus quer, o homem sonha, e a obra nasce!”

De facto, ao iniciar o seu percurso em 1970, a Instituição reciclou instalações já existentes, a saber, o Centro Paroquial, as quais mercê da transformação de uma população maioritariamente rural em urbana e do crescimento demográfico da freguesia de Alfeizerão, muito por efeito da acessibilidade gerada pela construção da A8, deixaram de conseguir responder a uma procura crescente. De igual modo, mercê do facto de resultarem de adaptações e não de uma construção vocacionada de raiz, as antigas instalações dificilmente seriam capazes de cumprir as exigências legais, entretanto entradas em vigor para equipamentos de natureza idêntica.

E assim, em 2002, a pensar começou o sonho, que em 2006 levou à aquisição de um terreno com cerca de 16,000 m2 destinado a futuras instalações, com o lançamento da primeira pedra a ter lugar em Novembro de 2008 e que culminou no passado dia 31 de Outubro com a sua inauguração oficial, muito embora as novas instalações tivessem entrado ao serviço da comunidade logo no dia 1 de Setembro, para o início do corrente ano lectivo 2010/2011.
As novas instalações, que representaram um investimento superior a um milhão de euros, permitirão à Instituição acolher aproximadamente 170 crianças nas valências Creche, Educação Pré-Escolar e CATL, assegurando 26 postos de trabalho directo, o que a converte na maior entidade empregadora da freguesia.

A cerimónia de inauguração oficial, no dia 31, Domingo, foi presidida pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, o qual assinou o Livro de Honra das Novas Instalações. À entrada do edifício, uma placa gravada fica a testemunhar e perpetuar o momento. Na cerimónia, estiveram ainda presentes o Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Dr. Paulo Inácio, o Director do Centro Distrital de Segurança Social de Leiria, Dr. Fernando Gonçalves, a Presidente da Junta de Freguesia de Alfeizerão, Natividade Marques, entre outras individualidades e instituições de carácter cultural da vila.

Sem quaisquer apoios da Segurança Social na aquisição de equipamentos e sem acordos de cooperação alargados, apenas com a contribuição financiada pela Autarquia no valor de cem mil euros, as novas instalações do Centro Social só foram possíveis graças à solidariedade de muitos, tendo como suporte a Comunidade Paroquial, solidariedade expressa na adesão à Campanha lançada pela Instituição em 2008, “Navegar no Amor – O Futuro das Nossas Crianças” e, que apesar dos tempos particularmente adversos com que se confrontou, conseguiu recolher não apenas importantes contribuições pecuniárias, como indispensáveis em espécie.
O Centro Social Paroquial de Alfeizerão é uma Instituição vocacionada para o serviço social à infância, com um projecto educativo assente em valores, visando que as crianças possam crescer em “sabedoria, em estatura e em graça”.

 

Data de introdução: 2010-12-13



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...