TECNOLÓGICA PERCORRE O PAÍS COM A INICIATIVA RUMO SOCIAL 2011

Ferramentas da F3M potenciam eficiência na gestão das instituições de solidariedade social

Inteiramente dedicada ao terceiro sector, a iniciativa Rumo Social 2011, que a F3M vai levar a cabo a partir do mês de Março, tem como objectivo apresentar ferramentas de gestão capazes de potenciar melhores níveis de eficiência e uma crescente optimização de recursos nas instituições de solidariedade social. Com o Rumo Social, a F3M visa ainda chegar cada vez mais próximo das entidades do sector social e analisar as principais questões da Economia Social, contribuindo para cada vez mais para a modernização daquele sector.

Líderes de mercado e especificamente concebidas para o terceiro sector, as soluções informáticas desenvolvidas pela F3M contemplam uma vasta gama de software que assegura uma total cobertura das necessidades ao nível da gestão administrativa, financeira e operacional. Actualmente, são utilizadas por mais de 2.000 entidades do sector social, que vêem na utilização daquelas soluções mais-valias em termos de gestão global e de redução dos custos de não gestão.

O Rumo Social 2011 vai percorrer todo o país, iniciando já no próximo dia 16 de Março, em Vila Praia de Âncora. Seguem-se outras cidades, como é o caso de Espinho, Braga, Amarante, Porto e Lisboa.

Divididas em dois momentos (das 9h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h00), as sessões Rumo Social 2011 vão incidir, da parte da manhã, sobre as soluções da linha WINIPSS, analisando a "Eficiência na Gestão Global versus Redução dos Custos de não Gestão" e "O papel das Tecnologias de Informação na gestão administrativa, financeira e operacional". De tarde, os temas em discussão serão a "Inovação como Factor de Diferenciação", "Imagem de modernidade " e "Vantagens da implementação de soluções web e "paper free", focando as ferramentas DOCfile, Portal Social e Processos-chave.

De acordo com Filipe Pinto, gestor de negócio da F3M na área social, "acreditamos que com estas iniciativas estamos a contribuir para a dinamização do sector, partilhando com as instituições as enormes mais-valias associadas à utilização de tecnologias de informação".


Em 2010 F3M apostou fortemente na Economia Social

O ano de 2010 ficou marcado pela implementação de várias novidades para a área da Economia Social. Desde a apresentação de novas soluções até à inclusão de inúmeras funcionalidades nas soluções já existentes, a tecnológica apostou ainda na crescente aproximação às instituições, através da promoção e da participação em múltiplos eventos. Com o objectivo de potenciar a relação entre as IPSS, Misericórdias e Mutualistas e os seus utentes, a F3M desenvolveu ainda novas ferramentas de gestão que contribuem para importantes optimizações ao nível da usabilidade, além das actualizações legais e fiscais que foi implementando ao longo do ano anterior.

Foi naquele enquadramento que surgiu o Portal Social, uma plataforma inovadora no panorama nacional que vai ao encontro da aposta na inovação e modernização que o sector da Economia Social tem levado a cabo. Trata-se de uma ferramenta de mobilidade, suportada em tecnologia Web, que permite toda a gestão de uma entidade do sector social, acompanhada em qualquer parte do mundo e em tempo real. Outra das novidades foi no âmbito da digitalização e desmaterialização dos processos, através da ferramenta DOCfile, uma solução de arquivo, organização e consulta de documentos em formato digital, que permite um acesso mais rápido e facilitado a toda a informação.

Com mais de duas décadas de experiência no sector da Economia Social e mais de 10.000 utilizadores das soluções WINIPSS, a F3M assumiu um compromisso diário de tornar as soluções WINIPSS mais eficazes e inovadoras. Exemplo disso foi a primeira edição do Rumo social que percorrer vários pontos do país, tais como, Viana do Castelo, Santa Maria da Feira, Vila Real, Porto, Braga, Évora, Lisboa, Portalegre e Santarém.

Note-se, por fim, que este ano, e tendo em conta a conjuntura económica nacional, a F3M decidiu não proceder à actualização dos planos de pagamentos dos clientes.

A F3M implementou o Sistema de Gestão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação, sendo uma das poucas empresas em Portugal certificadas neste âmbito. Actualmente, integra a Rede PME Inovação COTEC, assumindo assim o estatuto de PME Inovadora.

 

Data de introdução: 2011-03-16



















editorial

ANO 2023: DIFÍCIL E DECISIVO

É com muitas dúvidas e algumas certezas que se perspetiva o ano agora iniciado, que poderá ser tão difícil quanto decisivo. 

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Novo Ano, novos e exigentes desafios para as IPSS
Antes de mais quero desejar, para 2023, todo o bem aos atuais e aos próximos Órgãos Sociais da CNIS, assim como a todas e todos que compõem a rede das IPSS, em Portugal. Ao...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

O significado de alguns dados do último recenseamento
Em cada dez anos o Instituto Nacional de Estatística responsabiliza-se por proceder à elaboração do Recenseamento Geral da População e do Recenseamento Geral da...