DOAÇÃO

Verbas do jogo para associações da Póvoa

Cerca de duas dezenas de instituições receberam subsídios de apoio, provenientes das verbas do jogo pagas pelo Casino da Póvoa. 
O valor, que ronda os 400 mil euros, foi distribuído pelas entidades, tendo como finalidade a sua aplicação em melhorias nas infra-estruturas que albergam as instituições. 
Segundo Macedo Vieira, presidente da Câmara da Póvoa, é preciso "fazer um investimento racional". 
O autarca apelou a uma alteração da portaria que regula a questão, para que uma parte do dinheiro aplicado nas obras seja transferido para o apoio social às instituições.

As entidades beneficiadas variam entre os bombeiros, associações desportivas e um grande número de instituições de solidariedade social. 
Telmo Correia, ministro do Turismo, presidiu à cerimónia e considera que "o regime de concessões de jogo é fundamental na área do turismo", destacando que o jogo, "sendo considerado um vício por alguns, ganha aqui a sua virtude", visto que "as receitas revertem em favor do desenvolvimento local".

O ministro refere que a possibilidade de as verbas serem utilizadas em outros campos que não as obras estava a ser estudada mas, face a actual situação política, "este não é o momento de a legislação ser alterada". Telmo Correia diz-se "frustrado", face ao curto período de tempo que o Ministério do Turismo esteve em actividade, e realça as iniciativas que ficam por terminar, assim como aquelas que conseguiram levar a cabo.

 

Data de introdução: 2005-01-04



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...