ALERTA DA PSP

Falta dinheiro para ajudar as famílias mais carenciadas

Há dois anos que o Ministério das Finanças tem bloqueadas verbas da Polícia de Segurança Pública. Agora, os representantes dos agentes queixam-se da falta de verbas.

Em finais de 2002, Manuela Ferreira Leite recorreu aos serviços Sociais da PSP para controlar o défice. No total, estão cativos seis milhões de euros.

Em declarações ao Jornal de Notícias, a Associação Sindical dos Profissionais garante que esta situação está a prejudicar mais de 20 mil polícias.

Os representantes dos agentes dizem que não há dinheiro para a reconstrução de bairros sociais, para o apoio aos filhos dos polícias com dificuldades e para a manutenção das colónias de férias.

 

Data de introdução: 2004-12-31



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...