CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL DE SANTO ALEIXO

IPSS de Portalegre vai abrir lar para 33 idosos

O município de Monforte, no distrito de Portalegre, anunciou hoje a abertura, na segunda-feira, de um lar de idosos na freguesia anto Aleixo, num investimento de 1,2 milhões de euros.

O equipamento, que vai ser gerido pelo Centro Social e Paroquial de Santo Aleixo, tem capacidade para acolher 33 utentes, em regime de permanência, e permite criar, pelo menos, 15 postos de trabalho. 

"É um momento histórico para a freguesia de Santo Aleixo e para o concelho de Monforte", disse à agência Lusa o presidente do município, Gonçalo Lagem, lembrando que a obra era "sonhada pelas pessoas há mais de 30 anos". 

Segundo o autarca, Santo Aleixo era a única freguesia do concelho que não tinha um lar de idosos.  

As obras foram comparticipadas em 80% através do pacto de coesão da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), cabendo a restante verba à câmara, que cedeu também o terreno.

Gonçalo Lagem recordou que as obras começaram em outubro de 2017, "mas que nem tudo correu bem".

"Não foi cumprido por parte do empreiteiro o prazo de execução da obra, por um período de 10 meses, situação que conduziu a aplicação de multas à empresa construtora", referiu.

O Centro Social e Paroquial de Santo Aleixo desenvolve outros serviços de apoio a idosos e carenciados da freguesia, nomeadamente através das valências de centro de dia e domicílio, dando emprego a 10 pessoas.

A cerimónia de entrega das instalações e mobiliário à entidade gestora está agendada para segunda-feira, pelas 11:00.

 

 

Data de introdução: 2019-08-22



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...