CNIS E SANTANDER ASSINAM PROTOCOLO

Serviços financeiros em condições especiais para as IPSS associadas e seus trabalhadores

A CNIS e o Santander assinaram um protocolo em que a instituição bancária disponibiliza nas “condições máximas” diversos serviços bancários não apenas às instituições associadas, mas igualmente a todos os seus trabalhadores.
O ato formal da assinatura, que decorreu na sede da CNIS, no Porto, foi coroado com o anúncio, por parte de Miguel Von Hafe, administrador do Santander, da doação de 5.000 euros à CNIS para compra de equipamentos de proteção individual e higienização, a distribuir pelas instituições associadas.
O protocolo assinado, que, no fundo, são dois, facilita o acesso aos mais variados serviços bancários disponibilizados no mercado pelo Santander às IPSS associadas da CNIS e a todos os seus colaboradores.
Miguel Von Hafe, administrador do Santander, sublinhou “a satisfação” pela doação dos 5.000 euros e explicou o âmbito dos dois protocolos firmados: “Um dos protocolos tem condições especiais em alguns produtos e serviços financeiros ajustados ao tipo de entidades associadas da CNIS. Falamos do factoring, do confirming, dos terminais de pagamento automático, de questões relacionadas com recuperação e reabilitação de edificado urbano e de leasing automóvel, outras situações do interesse das entidades associadas da CNIS. O outro protocolo é para os colaboradores da CNIS e de todas as instituições associadas, que terão acesso, em condições especiais, a produtos e serviços típicos dos clientes particulares, como o acesso a cartões, crédito à habitação, crédito pessoal, netbanco e crédito automóvel, entre muitos outros. O objetivo é aproveitar este guarda-chuva da relação que o banco tem com a CNIS e proporcionar às suas mais de três mil associadas e também aos seus milhares de colaboradores condições especiais de acesso a produtos e serviços financeiros”.
Toda a rede do Santander vai ter conhecimento destes protocolos, pelo que os interessados podem dirigir-se a um qualquer balcão e facilmente os funcionários identificarão o protocolo de que se trata.

 

Data de introdução: 2020-06-17



















editorial

IMPORTÂNCIA ECONÓMICA E SOCIAL DAS IPSS

Para uma quantificação atualizada da importância social e económica das Instituições Particulares de Solidariedade Social em Portugal a CNIS assegurou o cofinanciamento do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE),...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A sustentabilidade da Segurança Social
Quando se tenta perspetivar o que pode acontecer no futuro aos sistemas de segurança social há variáveis que são mais fáceis de prever, mas também existem outras...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Só quando for um desígnio nacional será erradicada a pobreza
Nas últimas semanas, a pobreza em Portugal voltou a ser tema de abertura em todos os medias. Esta atenção especial deveu-se a informações preocupantes emanadas de fontes...