CRIA - ABRANTES

Dez Jovens Receberam Diplomas de Formação Profissional

Dez jovens receberam, no Centro de Recuperação Infantil de Abrantes, o diploma de conclusão de curso de Formação Profissional que lhes confere a certificação das suas aptidões profissionais para o ingresso no mercado de trabalho.

A cerimónia contou, para além dos formandos, respectivos familiares e técnicos, com as presenças da Direcção do CRIA, da Directora do Centro de Emprego de Abrantes e de representantes das empresas onde decorreram os estágios profissionais destes jovens, nomeadamente STI, IMT, BH Portuguesa, Manuel Pombo e Herdade de Cadouços.

Foram entregues dez diplomas, abrangendo formandos de seis cursos profissionais diferentes, nomeadamente três na área da serralharia, dois para jovens que se formaram em Carpintaria / Conservação e Restauro de Madeira, dois em Serviços Gerais, um na área de Agro-pecuária, outro para jardinagem e um diploma para a formação em Têxteis / Bordados.

A entrega dos diplomas significa que os formandos concluíram com aproveitamento três anos de aprendizagem que decorreu nas instalações do CRIA e mais um ano de estágio profissional em contexto de trabalho, realizado em empresas da região com as quais a Instituição estabeleceu protocolos.
Dos dez jovens que concluíram a formação, quatro têm já a garantia de contratos de trabalho nas empresas onde realizaram o estágio.
A partir do corrente mês de Janeiro novos jovens irão ingressar na Formação Profissional, totalizando 55 formandos, nos diferentes anos de aprendizagem e nos sete cursos actualmente existentes na Instituição: Conservação e Restauro de Madeiras, Serralharia, Têxteis / Costura, Serviços Gerais (confecção de doces e salgados), Pastelaria, Agro-Pecuária e Jardinagem.

A Formação Profissional decorre no âmbito de um Programa co-financiado pelo Fundo Social Europeu e pelo Estado Português, sendo o I.E.F.P. (Instituto de Emprego e Formação Profissional) a entidade gestora.
Os formandos, ao longo dos quatro anos de curso, recebem uma bolsa de formação, acrescida de subsídio de alimentação e de subsídio de transporte. Paralelamente à formação profissional, os jovens contam também com diversos apoios nas áreas de Psicologia, Serviço Social, Apoio Escolar e Educação Física.

 

Data de introdução: 2007-01-11



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...