Amigos e utentes do Lar Familiar da Tranquilidade divertiram-se em convívio anual

Os amigos e benfeitores do Lar Familiar da Tranquilidade, de Vila das Aves, tiveram mais um dia de convívio, juntamente com os utentes da instituição e os do Patronato-Centro Social, também ligado à paróquia.
Tratou-se do 5º convívio anual que a instituição oferece a quem, durante o ano, partilha com o Lar Familiar da Tranquilidade um pouco do que tem.

Ao longo do dia, aproveitando as excelentes condições de lazer existentes no parque exterior do lar, todos viveram um convívio saudável e inter-geracional que juntou crianças, jovens e idosos, além dos amigos e benfeitores do lar e respectivos directores. Além disso, o convívio deste ano teve a particularidade de servir de complemento do estágio, realizado na instituição, de Sílvia Cristina, que se encontra a concluir a sua licenciatura em Educação Social. A estagiária, ao pretender comemorar o Dia Internacional da Família, neste domingo, convidou ainda os familiares dos idosos para um baile que decorreu no lar durante a tarde, terminando com um lanche por todos partilhado.

Refira-se que a Liga dos Amigos e Benfeitores tem neste momento cerca de 150 membros que pagam uma quota mensal mínima simbólica de um euro, verba essa destinada a comparticipar as despesas do lar. Graças a essa contribuição tem sido possível, nos últimos anos, adquirir desde camas articuladas, a cadeiras de rodas passando por colchões anti-escaras, necessários para os utentes deste lar. Em compensação, os membros da Liga dos Amigos podem participar no convívio anual e têm 10% de desconto nos serviços prestados no Centro de Apoio António Martins Ribeiro, entidade também proprietária do lar, e onde é possível ter acesso a ginásio, piscina, hidromassagem, sauna, banho turco, jacuzzi, e outros serviços do género.

 

Data de introdução: 2008-06-12



















editorial

NO CINQUENTENÁRIO DO 25 DE ABRIL

(...) Saudar Abril é reconhecer que há caminho a percorrer e seguir em frente: Um primeiro contributo será o da valorização da política e de quanto o serviço público dignifica o exercício da política e o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Liberdade e Democracia
Dentro de breves dias celebraremos os 50 anos do 25 de Abril. Muitas serão as opiniões sobre a importância desta efeméride. Uns considerarão que nenhum benefício...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Novo governo: boas e más notícias para a economia social
O Governo que acaba de tomar posse tem a sua investidura garantida pela promessa do PS de não apresentar nem viabilizar qualquer moção de rejeição do seu programa.