FUNDAÇÃO ADFP, MIRANDA DO CORVO

Instituição vacina utentes e colaboradores contra a gripe e a pneumonia

Seguindo as orientações da Direção-Geral da Saúde, as centenas de residentes e colaboradores da Fundação ADFP estão a ser vacinados contra a gripe.

Cientes de que todos os anos morrem em Portugal milhares de pessoas com gripe e pneumonia, os responsáveis da Fundação decidiram associar à vacinação da gripe também a da pneumonia.
A Fundação com esta vacinação contra a pneumonia, associada a vacina da gripe, tem como objetivos aumentar a prevenção, procurando reduzir os riscos de mortes evitáveis num contexto de epidemia Covid-19.
Cada residente (ou família) paga a vacina contra a pneumonia de acordo com as regras do Serviço Nacional da Saúde. A instituição solicitou, previamente, autorização para a vacinação a cada residente, com respeito pela sua liberdade e capacidade de decisão.
A campanha destina-se a residentes maiores de 65 anos ou com risco aumentado devido a comorbidades e doenças crónicas.
A Fundação tem mais de 450 pessoas a residirem nas suas diversas estruturas.
Todas as residências da Fundação com pessoas idosas, deficientes ou doentes mentais, têm serviço de enfermagem permanente e consultas médicas, cuidados muito acima dos mínimos exigidos pelos regulamentos da Segurança Social.
Perante um universo tão diversificado de centenas de residentes, os dirigentes da instituição estão conscientes que a instituição enfrenta um elevado risco de contágio pela Covid-19, pelo que se justifica que tente reduzir os perigos com esta campanha de vacinação anti pneumonia e anti gripe.
O objetivo é garantir a máxima segurança possível aos residentes, prevenindo, dentro do possível, ocorrências que possam originar fatalidades.

 

Data de introdução: 2020-11-05



















editorial

IMPORTÂNCIA ECONÓMICA E SOCIAL DAS IPSS

Para uma quantificação atualizada da importância social e económica das Instituições Particulares de Solidariedade Social em Portugal a CNIS assegurou o cofinanciamento do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE),...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A sustentabilidade da Segurança Social
Quando se tenta perspetivar o que pode acontecer no futuro aos sistemas de segurança social há variáveis que são mais fáceis de prever, mas também existem outras...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Só quando for um desígnio nacional será erradicada a pobreza
Nas últimas semanas, a pobreza em Portugal voltou a ser tema de abertura em todos os medias. Esta atenção especial deveu-se a informações preocupantes emanadas de fontes...