VI CONGRESSO CNIS - «AS IPSS NAS POLÍTICAS SOCIAIS»

Casa cheia em Viseu para discutir a cooperação

Foi pequeno o auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu para acolher os muitos participantes no primeiro dia do VI Congresso da CNIS - «As IPSS nas Políticas Sociais».

Após as boas-vindas de José dos Santos Costa, presidente do Instituto Politécnico de Viseu, Fernando Ruas, edil da cidade de Viriato, e do padre Lino Maia, presidente da CNIS, a primeira mensagem de incentivo surgiu em formato digital diretamente do Palácio de Belém, pela voz do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Os trabalhos prosseguiram com a conferência «O pilar europeu dos direitos sociais», pelo antigo ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva.

O primeiro painel da manhã acabou por ser o mais animado, fruto das intervenções de Ribau Esteves, vice-presidente da ANMP, de Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão, e ainda de Manuel Lemos, presidente da União das Misericórdias Portuguesas, e do líder da CNIS a propósito do tema «O Triângulo da Cooperação: Estado, Poder Local e Sector Social Solidário».

Já da parte da tarde, os trabalhos versarão as questões legais, mais concretamente «Que modelos de regulação para o Sector Social e Solidário?».

Moderado por Henrique Rodrigues, assessor jurídico da CNIS, o debate contou com Domingos Soares Farinho, Professor na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Licínio Lopes Martins, Professor na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, e ainda com o advogado José Manuel Simões de Almeida.

Os trabalhos prosseguem hoje, com o primeiro painel a debater práticas inovadoras em termos de cooperação.

 
 

 

 

Data de introdução: 2022-06-08



















editorial

IMPORTÂNCIA ECONÓMICA E SOCIAL DAS IPSS

Para uma quantificação atualizada da importância social e económica das Instituições Particulares de Solidariedade Social em Portugal a CNIS assegurou o cofinanciamento do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE),...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A sustentabilidade da Segurança Social
Quando se tenta perspetivar o que pode acontecer no futuro aos sistemas de segurança social há variáveis que são mais fáceis de prever, mas também existem outras...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Só quando for um desígnio nacional será erradicada a pobreza
Nas últimas semanas, a pobreza em Portugal voltou a ser tema de abertura em todos os medias. Esta atenção especial deveu-se a informações preocupantes emanadas de fontes...