PORTO

ODPS promove O DIA DA OBRA

Este sábado, dia 29 de Outubro, vai ter lugar um acontecimento de relevo na vida da Obra Diocesana de Promoção Social (ODPS) - "O Dia da Obra", sendo este o primeiro encontro de utentes e famílias da ODPS, uma instituição particular de solidariedade social do Porto.Os utentes de todos os Centros Sociais serão os protagonistas de um espectáculo com vários números de execução artística, que colocará à prova a capacidade de imaginação e criatividade de todos.
O grande objectivo deste evento é "reunir esta grande família", para que todos possam comungar da alegria colectiva e reforçar os laços de solidariedade e o espírito de entreajuda.

A Obra Diocesana de Promoção Social (ODPS) é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sediada na cidade do Porto e directamente dependente do Bispo do Porto, D. Armindo Lopes Coelho.
Foi fundada em 1964, fruto de vontades conjugadas da Diocese do Porto, da Câmara Municipal do Porto e do Instituto Superior de Serviço Social do Porto. 

O objectivo geral da ODPS é a promoção social das populações onde a sua actividade é exercida, ou seja, toda a forma de acção social em ordem a dinamizar os indivíduos, grupos e comunidades, com o objectivo de encontrarem uma situação nova e mais elevada onde serão os próprios artífices, a partir de uma consciencialização das suas potencialidades e de participação
de todos na vida social, económica e cultural, assim como desenvolver o espírito de convivência e solidariedade social. 

Do contacto com as comunidades locais e de conjunturas sócio-politicas do país, a ODPS fez a sua evolução criando Centros Sociais e gerindo equipamentos com valências que "prestam apoio aos cidadãos na velhice e invalidez, às crianças, jovens e famílias, em ordem à promoção integral da pessoa, mediante a promoção da solidariedade e da justiça" . 

Para a realização dos seus objectivos, a ODPS desenvolve a sua acção nos bairros camarários de Carriçal, Cerco do Porto, Fonte da Moura, Lagarteiro, Machado Vaz, Pasteleira, Pinheiro Torres, Rainha D. Leonor, Regado, São João de Deus, São Roque da Lameira e São Tomé. 

Nestes bairros, a ODPS tem instalados 12 centros sociais, onde mantém as valências de Creche, Jardim-de-infância, Centro de Actividades e Tempos Livres, Gabinete de Atendimento a Jovens e suas Famílias, Centro de Dia, Centro de Convívio e Apoio Domiciliário. 

Actualmente, a ODPS presta serviços a cerca de 3000 utentes e conta com a colaboração de 415trabalhadores.

 

Data de introdução: 2005-10-28



















editorial

SUSTENTABILIDADE

Quando o XXIV Governo Constitucional dá os primeiros passos, o Sector Social Solidário, que coopera com o Estado, deve retomar alguns dossiers. Um deles e que, certamente, se destaca, é o das condições de sustentabilidade que constituem o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Agenda 2030 e as IPSS
Em Portugal é incomensurável a ação que as cerca de 5 mil Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) existentes, têm vindo a realizar.  As...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

A gratuitidade das creches entre o reforço do setor social e a privatização liberal
 A gratuitidade das creches do sistema de cooperação e das amas do Instituto de Segurança Social, assumida pela Lei Nº 2/2022, de 3 de janeiro, abriu um capítulo novo...