PONTE DE LIMA

Intervenção nos défices cognitivos: novos avanços

A 23 e 24 de Março de 2006, no Auditório do Hotel do Golfe em Ponte de Lima, realiza-se a reunião “INTERVENÇÃO NOS DÉFICES COGNITIVOS: NOVOS AVANÇOS.

A intervenção nos Défices Cognitivos modificou-se, consideravelmente, nos últimos anos.
Assim, ganha hoje uma importância crescente a intervenção delineada a partir do perfil desenvolvimental da criança (perfil desenvolvimental objectivo, observado em determinado momento, e perfil desenvolvimental previsível a médio e a longo prazo, conceptualizado a partir do fenótipo desenvolvimental e comportamental sindromático).

Assim, um bebé com Trissomia 21, de 6 meses de idade, poderá necessitar, para além de um programa de intervenção precoce com carácter generalista, de um programa estruturado de discriminação auditiva ou de um programa estruturado de sinalização gestual. A mesma criança, aos 18 meses de idade, poderá beneficiar com um programa estruturado para o ensino dos pré-requisitos da leitura. E aos 6 anos, poderá ser necessário proporcionar, à mesma criança, um programa estruturado para o treino da grafomotricidade ou um programa estruturado para o treino da compreensão leitora.

Com a disponibilidade crescente de programas estruturados para áreas especificas de desenvolvimento infantil, os critérios de decisão, relativamente aos conteúdos e estratégias do programa de intervenção ganham novos contornos, aspecto que será recorrentemente abordado ao longo da reunião.

No que concerne à forma dos programas estruturados de intervenção, os promotores da reunião, por razões que se prendem com a concentração, a disponibilidade e a acessibilidade da informação, incentivaram os autores das diferentes comunicações a apresentarem programas informáticos originais.

A inscrição para esta reunião é de 125 Euros. Caso esteja interessado, envie os seus dados pessoais e um cheque à ordem da APPT21 para:
APPT21
Rua Dr. José Espírito Santo, Lote 49, Loja 1
1950-094 Lisboa

O número de inscrições no local da reunião é limitado. Caso pretenda reservar a sua inscrição é favor contactar o secretariado através do 21 839 42 22 (Manuela Franks ou Alexandra Galante)

Para consultar o programa da reunião visite www.appt21.org.pt

 

Data de introdução: 2006-03-17



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...