Dia Nacional da Esclerose Múltipla

Uma Resolução do Conselho de Ministros instituiu o dia 4 de Dezembro como o Dia Nacional da Pessoa com Esclerose Múltipla (PcEM).

O texto da referida Resolução salienta que, passamos a citar, "Com a institucionalização de um Dia Nacional visa-se a consciencialização pública da esclerose múltipla, doença crónica do sistema nervoso central, que constitui a segunda causa de incapacidade em jovens.
Pretende-se, deste modo, criar um momento em que, anualmente, sejam publicamente abordadas a condições de saúde e qualidade de vida das pessoas que padecem daquela doença, bem como alertar para a necessidade do seu diagnóstico precoce, permitindo, assim, a prestação de cuidados antecipatórios que possam retardar a sua evolução natural."
Fim de citação.

Esta resolução é fruto de uma proposta que a Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla - SPEM fez à Tutela no Verão de 2005.

 

Data de introdução: 2006-09-11



















editorial

O TRIÂNGULO DA COOPERAÇÃO

A consciência social, aliada ao dever ético da solidariedade, representa uma instância suprema de cidadania, um compromisso inalienável para com os mais vulneráveis e em situação de marginalidade, exclusão e pobreza.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

A Política Melhor (II)
Na continuação dos assuntos abordados no meu texto anterior, reitero que vale a pena, aos dirigentes das IPSS, independentemente das suas convicções ideológicas ou...

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A guerra na Ucrânia e as consequências para a Europa
A guerra na Ucrânia é, sem dúvida, o maior desafio que se coloca à União Europeia desde a sua fundação. É a primeira vez, desde a última grande...