INQUISIÇÃO

Mostra em Itália reúne 60 documentos inéditos

As facetas menos conhecidas da Inquisição estão retratadas em 60 documentos inéditos dos seus arquivos que podem ser vistos até 16 de Março, na exposição "Raros e Valiosos", inaugurada em Roma. "Raros e Valiosos. Documentos da Idade Moderna e Contemporânea dos Arquivos do Santo Ofício" está patente no Museu Central do Renascimento.

A mostra reúne manuscritos, volumes impressos, desenhos, gravuras, mapas e o arquivo original da Congregação do Índice, encarregue dos livros proibidos, pertencentes ao arquivo da Inquisição, aberto aos estudiosos há apenas dez anos.

Entre as raridades incluem-se uma versão da comédia de Ludovico Ariosto, com anotações e comentários do inquisidor, assim como manuscritos com notas e correcções e rascunhos de obras de "representações ultrarrealistas" de Cristo na Cruz que mostram grande quantidade de sangue. Estas "representações" eram muito comuns no século XVIII, sendo corrigidas pela Inquisição devido à imagem de terror que transmitiam.

Na exposição há também plantas e mapas de edifícios da Inquisição em diversos lugares da Europa que tinham de ser aprovadas pelo Santo Ofício. A Inquisição, cujas origens remontam ao século XII, era um conselho permanente de cardeais que dependia directamente do Papa com a missão de defender a integridade da fé, através da censura de livros, controlo de ideias ou da educação da espiritualidade popular.

A Inquisição foi gradualmente extinta no século XVIII, embora em Portugal tal tenha sido formalizado em 1821, numa sessão das Cortes Gerais.

20.02.2008

 

Data de introdução: 2008-02-22



















editorial

O COMPROMISSO DE COOPERAÇÃO: SAÚDE

De acordo com o previsto no Compromisso de Cooperação para o Setor Social e Solidário, o Ministério da Saúde “garante que os profissionais de saúde dos agrupamentos de centros de saúde asseguram a...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Imigração e desenvolvimento
As migrações não são um fenómeno novo na história global, assim como na do nosso país, desde os seus primórdios. Nem sequer se trata de uma realidade...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Portugal está sem Estratégia para a Integração da Comunidade Cigana
No mês de junho Portugal foi visitado por uma delegação da Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância do Conselho da Europa, que se debruçou, sobre a...