ALGARVE

Banco Alimentar recolheu 38 toneladas de alimentos

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu sábado, 2 de Agosto, no Algarve, cerca de 38 toneladas de alimentos, das quais 15 de leite, o que representa um aumento de 60 por cento relativamente à campanha realizada em Maio na região.

Apelando à solidariedade dos residentes e do grande número de turistas que visita o Algarve nesta altura do ano, a campanha extraordinária foi lançada para apoiar as 70 instituições de solidariedade social que contam com o Banco Alimentar para dar resposta aos crescentes pedidos de ajuda por parte das famílias algarvias.

"As instituições ajudam cada vez mais famílias que têm muitas dívidas para pagar e já não conseguem fazer face às despesas mensais. Com a crise económica, os pedidos de ajuda aumentaram muito do ano passado para este ano", disse Maria Teresa Cavaleiro, do Banco Alimentar contra a Fome do Algarve.

Segundo a responsável, em 2007 eram 20 as instituições de solidariedade que recorriam ao Banco Alimentar para poder ajudar os mais carenciados, um número que mais do que triplicou este ano, ultrapassando já as 70.

O apelo dirigido a residentes e turistas resultou e a campanha foi um êxito: apesar de ter sido realizada em apenas um dia e em metade dos supermercados onde decorreu em Maio, foi possível aumentar o número de alimentos recolhidos em cerca de 60 por cento.

"As pessoas aderiram muito bem. Num hipermercado de Faro até houve um senhor que deu mil euros em leite, o alimento que mais nos fazia falta e que vai ser distribuído às crianças e idosos da região", contou Maria Teresa Cavaleiro.

 

Data de introdução: 2008-08-03



















editorial

NO CINQUENTENÁRIO DO 25 DE ABRIL

(...) Saudar Abril é reconhecer que há caminho a percorrer e seguir em frente: Um primeiro contributo será o da valorização da política e de quanto o serviço público dignifica o exercício da política e o...

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Liberdade e Democracia
Dentro de breves dias celebraremos os 50 anos do 25 de Abril. Muitas serão as opiniões sobre a importância desta efeméride. Uns considerarão que nenhum benefício...

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Novo governo: boas e más notícias para a economia social
O Governo que acaba de tomar posse tem a sua investidura garantida pela promessa do PS de não apresentar nem viabilizar qualquer moção de rejeição do seu programa.