SEGURANÇA SOCIAL

Identificados 121 lares clandestinos no 1º trimestre de 2012

No primeiro trimestre deste ano foram identificados 121 casos de lares de idosos clandestinos. Marco António Costa confirmou que até final de março de 2012, o Estado já tinha identificado "121 lares de idosos clandestinos" no país, mas escusou-se a adiantar os locais onde se encontram e quais foram as irregularidades identificadas. "No primeiro trimestre deste ano já fizemos 121 inspecções e somos implacáveis na forma como atuamos relativamente a esses equipamentos clandestinos", declarou o secretário de Estado da Solidariedade e Segurança Social, referindo ainda que no ano passado se "bateu o número recorde de encerramento de lares ilegais".

Marco António quis sublinhar que a atuação do Governo sobre lares de idosos clandestinos em Portugal é sistémica. "É uma atuação permanente e é uma atuação implacável com situações de ilegalidade, principalmente quando essa ilegalidade, mais do que ao nível administrativo, se relaciona com casos em que há a necessidade de encerramento compulsivo e imediato das instituições", disse.

Marco António Costa declarou ainda que nos últimos anos tem havido da parte do Instituto de Segurança Social uma acção inspetiva relativamente aos lares de idosos que são ilegais, mas sublinhou que há uma grande graduação na ilegalidade. "Pode ir da falta de um licenciamento específico a uma situação de clandestinidade total", pelo que o que a Segurança Social faz é, todos os anos, ter um plano de fiscalização deste setor e esse plano assenta em dois vetores: fiscalização reativa sempre que nos chegam denúncias e fiscalização proactiva através de indícios" comunicadas por autoridades públicas

 

Data de introdução: 2012-05-02



















editorial

IMPORTÂNCIA ECONÓMICA E SOCIAL DAS IPSS

Para uma quantificação atualizada da importância social e económica das Instituições Particulares de Solidariedade Social em Portugal a CNIS assegurou o cofinanciamento do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE),...

Não há inqueritos válidos.

opinião

JOSÉ A. SILVA PENEDA

A sustentabilidade da Segurança Social
Quando se tenta perspetivar o que pode acontecer no futuro aos sistemas de segurança social há variáveis que são mais fáceis de prever, mas também existem outras...

opinião

EUGÉNIO FONSECA, PRES. CONF. PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO

Só quando for um desígnio nacional será erradicada a pobreza
Nas últimas semanas, a pobreza em Portugal voltou a ser tema de abertura em todos os medias. Esta atenção especial deveu-se a informações preocupantes emanadas de fontes...