MAREMOTO ASSASSINO

Número de vítimas mortais ultrapassa as 125 mil

O balanço das vítimas mortais do maremoto que atingiu no domingo a Ásia passou das 120 mil para as 125.282, de acordo com um ponto da situação que reúne informação dos governos e das autoridades médicas.

A Indonésia continua a liderar a lista dos países que lamentam mais mortos (entre 79.940 a cem mil), seguindo-se o Sri Lanka (27.268) e a Índia (7368 confirmados).

Na Tailândia morreram 4500 pessoas, incluindo pelo menos 2230 estrangeiros, e nas Maldivas morreram 67.

O continente africano também foi atingido, registando 137 mortos no Quénia, Seycheles, Somália, Tanzânia e Madagáscar.

Quatro dias depois do maremoto, cerca de cinco mil turistas estrangeiros ainda estão dados como desaparecidos. A Suécia receia a morte de mil cidadãos e a Alemanha dá conta de mil desparecidos. “É claro para todos que o número de mortos vai ser às centenas. No pior dos casos vai ultrapassar os mil”, lamentou hoje o primeiro-ministro sueco, Goran Persson. Turistas da Austrália, Canadá, Japão, África do Sul e Coreia do Sul também estão entre as vítimas mortais.

Milhões de pessoas procuram agora alimentos e água potável. A Organização Mundial de Saúde quantifica em cinco milhões o número de pessoas sem as condições necessárias à sobrevivência. 

31.12.2004  - 02h 00

 

Data de introdução: 2005-01-07



















editorial

IDENTIDADE E AUTONOMIA DAS IPSS

As IPSS constituem corpos intermédios na organização social, integram a economia social e são autónomas e independentes do Estado por determinação constitucional.

Não há inqueritos válidos.

opinião

EUGÉNIO FONSECA

Eleições Europeias são muito importantes
Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu foi escandaloso o nível de abstenção. O mesmo tem vindo a acontecer nos passados atos eleitorais europeus

opinião

PAULO PEDROSO, SOCIÓLOGO, EX-MINISTRO DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE

Habitação duradoura – a resposta que falta aos sem abrigo
As pessoas em situação de sem-abrigo na Europa, em 2023 serão cerca de 900 mil, segundo a estimativa da FEANTSA (Federação Europeia das Associações...